Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

sábado, 20 de abril de 2013

Alimentos dão mais energia no período da gestação

Nutricionista indica quais nutrientes não podem faltar na dieta das grávidas

 (Emmanuel Pinheiro/EM/ DA Press)Algumas mulheres têm vontades inusitadas, outras nem sentem desejos. Independentemente do estilo da grávida, uma coisa é certa: muitas mudanças ocorrem nessa fase, a começar pela alimentação. A nutricionista Priscila Rosa, consultora da Adria, explica que a futura mamãe precisa de uma alimentação balanceada e nutritiva. Nesse período, o organismo da mulher está a todo vapor e esse é um dos motivos pelos quais ela deve fazer refeições completas, compostas por ingredientes de todos os grupos da pirâmide alimentar. A seguir, Priscila lista os nutrientes que não podem faltar na dieta das grávidas.



Proteína: indispensável para o desenvolvimento das células do bebê e para a placenta. É encontrada principalmente em carnes, ovos, leite e leguminosas como feijão, soja, grão de bico, lentilha e ervilha.

Cálcio: essencial para formação óssea do feto e para a contração muscular. Os alimentos ricos em cálcio são leite, iogurte, queijo, gergelim e alguns vegetais, como brócolis. O iogurte favorece, ainda, o crescimento da flora bacteriana intestinal, que aumenta as defesas do organismo, diminui a formação de gases e auxilia no funcionamento do intestino.
Vitamina D: ajuda na formação das células e no desenvolvimento de ossos e dentes da criança. As principais fontes são gema de ovo, fígado, leite, manteiga, margarina, vegetais verdes-escuros e amarelos.

Vitamina C: é de grande importância para o desenvolvimento, construção e reparação dos tecidos, cicatrização, crescimento e desenvolvimento ósseo do bebê. Laranja, mexerica, limão, acerola, kiwi, cereja, caju, morango e tomate, batata, repolho e tomate são ricos nesse nutriente.

Ferro: importante na formação das células do sangue. Por isso, as grávidas não podem deixar de comer carne vermelha, bife de fígado, leguminosas (feijão, lentilha etc.), legumes, verduras verdes escuras e ovos. A ingestão de vitamina C durante as refeições facilita a absorção de ferro.

Vitamina A: ajuda na formação das células e no desenvolvimento de ossos e dentes da criança. As fontes são gema de ovo, fígado, leite, manteiga, margarina, vegetais verdes escuros e laranja (cenoura e rúcula) e frutas de cor alaranjada, como mamão e manga.

Ácido fólico: contribui para a formação das células brancas e vermelhas do sangue. É essencial durante a gestação para ajudar na produção aumentada de sangue, necessária para o feto e a placenta. Auxilia também na formação do material genético de cada célula. Para reter esse nutriente, a sugestão é consumir vegetais verdes-escuros, fígado, gema de ovo, abacate, abóbora, melão, cereais integrais e gérmen de trigo.

Ômega 3:
é uma gordura importante para o desenvolvimento e formação do cérebro do bebê. Óleos vegetais, semente de linhaça e peixes de água fria, como sardinha, arenque e salmão, devem ser sempre incluídos na dieta das futuras mamães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário