Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

quinta-feira, 28 de março de 2013

Mergulho pelo mundo: 5 destinos imperdíveis no exterior para oferecer aos turistas


Great Blue Hole, um dos locais mais buscados pelos mergulhadores (Foto: U.S. Geological Survey)
Uma cratera com 300 metros de diâmetro no meio do Caribe, com água cristalina, rodeada por recifes de coral e rica biodiversidade marinha. Características que atraem turistas e mergulhadores de várias partes do planeta, para aproveitar os encantos do Great Blue Hole (Grande Buraco Azul, em tradução livre).
O local ficou conhecido nos anos 70, após ser considerado  um dos melhores pontos no mundo para a prática de mergulho pelo oceanógrofo Jacques-Yves Cousteau – famoso por seus documentários e também por ser co-inventor do aqualung, equipamento de mergulho autônomo composto por cilindros de ar comprimido.
Tombado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, o Great Blue Hole é e um dos principais cartões-postais de Belize, Estado soberano de 22.960 km² situado na costa nordeste da América Central. Assim como Belize, diversos outros pontos no exterior oferecem grande potencial de turismo para ser explorado por agências de viagens focadas em mergulho e turismo de aventura.
Confira a seguir mais informações sobre os destinos e prepare-se para atender melhor seus clientes.
5 destinos turísticos no exterior para mergulhadores e amantes da natureza marinha
1. Great Blue Hole – Belize
O Grande Buraco Azul fica no centro do atol Lighthouse Reef, a aproximadamente 70 km da ilha principal de Belize, um Estado soberano situado na América Central. O coral de recife no entorno do buraco é o segundo maior do mundo, com 30 quilômetros de extensão, e possui faura e flora marinha abudante.
É um ponto que atende desde mergulhadores amadores, para a prática de snorkeling, até os mais experientes, atraídos pela possibilidade de mergulhos mais profundos. Um dos maiores destaques da região são as estalagmites e estalactites coloridas dentro de cavernas, além de espécies que habitam exclusivamente este ecossistema. Podem ser encontrados no local mais de 450 espécies de peixes, além de tubarões, tartarugas e outros animais.
2. Grande Barreira de Corais – Austrália
A Grande Barreira de Corais está situada na região australiana do Queensland e é o maior complexo coralino do mundo, com 340 mil km² e mais de 3 mil recifes. Para se ter ideia da dimensão de corais, a área é maior do que o Estado do Maranhão.
Para chegar ao local, os turistas geralmente utilizam barcos e catamarãs luxuosos de alta velocidade, que fazem o percurso diariamente. Na região é possível fazer mergulhos de dia ou noite e encontram-se diversas espécies marinhas, como 1500 espécies de peixes, além de tubarões, polvos, lulas e mais. Desde 1981, a Grande Barreira de Corais é considerada Patrimônio Mundial da UNESCO.
3. Bahamas – Oceano Atlântico
As Bahamas são um país insular constituído por aproximadamente 3 mil ilhas e ilhotas localizadas ao norte do Caribe, no Oceano Atlântico. É um dos melhores locais no mundo para a prática de mergulho devido às águas cristalinas, clima tropical e abundante fauna e flora aquática. É possível nadar inclusive com golfinhos e tubarões, além de visitar às piscinas naturais com cavernas e túneis submarinos.
O país conta com uma infraestrutura completa para o mergulho, com diversas empresas que alugam equipamentos e oferecem excursões e transporte. As Bahamas também têm vida noturna agitada, com cassinos e casas noturnas, além de resorts e hotéis para abrigar os turistas e vários centros de comércio.
4. Sipadan – Malásia

Sipadan é a única ilha oceânica da Malásia, situada a cerca de duas horas do continente ou 40 minutos da ilha de Mabul. Com 150 km² de área e orla com quedas de até 610 metros de profundidade, as águas de Sipadan são muito concorridas pelos mergulhadores, devido à grande barreira de corais, onde vivem mais de 3 mil espécies de peixes. As tartarugas marinhas são um dos símbolos do local, por serem facilmente avistadas nas ilhas.
Considerado pelo oceanógrafo Jacques-Yves Cousteau como uma “obra de arte intocada”, é um dos melhores pontos de mergulho do planeta. Ganha destaque o Barracuda Point, onde é possível avistar inúmeros cardumes de barracudas, além de tubarões-martelo, arraias e mais. A ilha foi declarada parque natural desde 2004 e conta com um rígido controle turístico, para preservação das belezas naturais.
5. Galápagos – Equador
De origem vulcânica, o arquipélago de Galápagos é formado por 13 ilhas principais, situadas no Oceano Pacífico a aproximadamente mil quilômetros do Equador. Tombado como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, Galápagos possui a segunda maior reserva marinha do mundo, fato que atrai mergulhadores de todo o mundo para conferir de perto sua grande biodiversidade.
No local é possível encontrar tubarões-martelo, tubarões baleia, golfinhos, arraias-jamanta, lobos marinhos, moréias e também as tartarugas terrestres gigantes– espécie que dá nome ao local – e mais. Os pontos de mergulho mais disputados são as ilhas Wolf e Darwin, que exigem melhor preparo dos esportistas por conta de suas fortes correntes. Por outro lado, as ilhas também possuem vários pontos de mergulho mais apropriados para mergulhadores com menos experiência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário