Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

G-SUITE:Veja mais detalhes aqui!!!!!

G Suite




Olá.

Agradecemos a análise do G Suite.

Aqui estão três motivos para testar esse recurso:

  1. Você pode receber e-mails personalizados e muito mais com o Gmail for business.
  2. Ele ajuda os funcionários a cumprirem suas tarefas e colaborarem de forma mais rápida e eficiente.
  3. Milhões de pequenas e grandes empresas já mudaram para o G Suite.

Conheça aqui o G Suite!!!!

O que é o G Suite?

O G Suite é um pacote de produtividade baseado na nuvem que ajuda as equipes a se comunicar, colaborar e realizar tarefas em qualquer lugar e de qualquer dispositivo. Ele é fácil de configurar, usar e gerenciar. Assim, sua empresa pode se concentrar no que realmente importa.

Milhões de empresas em todo o mundo contam com o G Suite para aproveitar recursos como e-mail profissional, armazenamento de arquivos, reuniões por vídeo, agendas on-line, edição de documentos e muito mais.

Assista ao vídeo ou saiba mais aqui.

Veja alguns destaques:

E-mail empresarial para seu domínio

Parecer profissional conta muito e isso significa se comunicar como você@suaempresa.com. Os recursos simples e eficazes do Gmail ajudam você a desenvolver sua marca e realizar ainda mais tarefas.

Acesse em qualquer local ou dispositivo

Verifique seu e-mail, compartilhe arquivos, edite documentos, realize reuniões por vídeo e muito mais, estando no trabalho, em casa ou viajando. Você continua o trabalho de onde parou em um computador, tablet ou smartphone.

Ferramentas de gerenciamento de nível empresarial

As configurações de administrador robustas oferecem controle total sobre usuários, dispositivos, segurança e muito mais. Seus dados estão sempre com você e eles permanecem com você caso queira mudar de solução.

Inicie uma avaliação gratuita

Procurando Diversão??????????

               Procurando Diversão?????????



Então encontrou o melhor local,
e a rede social mais badalada do momento!!!!

Não acredita?????
Então confira você mesmo(a)!!!!!!

Acesse agora mesmo!!!!!!

>>>>> http://www.sccliberal.com.br/Convite.aspx?cvt=496157

Boa diversão e com certeza vão gostar demais!!!!


domingo, 20 de dezembro de 2015

Como ganhar mais dinheiro vendendo na web!!!!!


Foco em conteúdo e tecnologia, valorização das redes sociais e oferecimento de cupons de desconto estão entre as estratégias que ajudam a atrair os consumidores no e-commerce


Abrir uma loja online está cada vez mais fácil e barato, com opções de plataformas por preços baixos – e até gratuitas. Além do custo, a possibilidade de vender para todo o Brasil e atrair um número ilimitado de consumidores é outro fator que chama a atenção dos empreendedores para a internet.
Apesar de ser uma grande vitrine, atrair usuários para que estes tornem-se clientes, aumentando as vendas, é uma tarefa que exige cuidado e planejamento. 

1 - Recupere “carrinhos abandonados” : plataformas avançadas conseguem descobrir quais produtos o usuário colocou no carrinho antes que a compra seja finalizada. Se ele ainda está no site, mas não tomou nenhuma ação há 15 ou 20 minutos, uma janela de chat pode oferecer auxílio, com dicas sobre os produtos e possíveis promoções.
Se o usuário já saiu do site, um e-mail pode ser enviado automaticamente com informações e ofertas para que ele retorne e efetue a compra.
2 - Invista em conteúdo: possuir um blog ou contar com publicações parceiras (portais especializados nas áreas correlatas aos produtos que você vende), para publicar seu conhecimento e mostrar a autoridade da sua marca ou dos seus profissionais é importante. Quanto mais conteúdo for oferecido, mais os buscadores irão recomendar o seu site.
3 - Utilize sistemas de promoções automatizadas: para poupar tempo e trabalho para o varejista e aumentar as vendas, sistemas automáticos fazem promoções com data e hora marcadas para começar e terminar, fazendo mudanças de preço em massa (em percentual ou valor), separando os produtos por cores, categorias e outras características.
4 - Crie uma experiência agradável para mobile: De acordo com dados da eNext, na Black Friday brasileira deste ano, o faturamento via smartphones cresceu 104%. “Isso mostra que se o varejista não estiver preparado para vender através de mobile, deixará dinheiro na mesa. Ter um site responsivo para dispositivos móveis é fundamental”, afirma Gabriel Lima.
5 - Ofereça cupons de desconto: existem programas de fidelidade com finalidade semelhante, porém muitos consumidores não tem paciência para gerir seus pontos. Oferecer cupons é mais simples e costuma funcionar melhor.

“Isso já está arraigado na cultura americana, mas aqui no Brasil também funciona muito bem. A dica mais bacana é, no final de todas as compras, já entregar um cupom de desconto com data de validade de 15 ou 20 dias”, afirma Cristiano Chaussard
6 - Conheça e entenda os seus custos: na hora de estruturar o mix de produtos, é importante ficar atento aos custos de cada item. No e-commerce, o custo está muito ligado ao pedido, ao frete.
“Se você for oferecer frete gratuito, faça isso somente nos produtos que de fato têm margem para isso. Por exemplo, um tênis que custa R$ 200, colocado em promoção por R$ 150. O comprei por R$ 130 e o custo de frete é R$ 16. Terei apenas R$ 10 de lucro. Será que vale a pena?”, alerta Cristiano. 
7 - Ofereça preços diferentes de acordo com a localidade do cliente: no Brasil, as diferenças salariais variam bastante de estado para estado. Plataformas mais sofisticadas conseguem fazer listas de preço por CEP.
Oferecer preços diferentes de acordo com a região torna o e-commerce mais competitivo em lugares onde a concorrência é maior e a população tem menor poder de compra, e dá maior liberdade em estados em que o preço, no geral, é mais livre e há menor concorrência. 
8 - Envolva o seu público: manter uma base de e-mails bem qualificada, enviando sempre conteúdo relevante, é essencial. Não estresse o cliente com ofertas que não interessam à ele. Quanto menos estresse, mais atenção você terá quando enviar algo realmente relevante. 
Gerencie bem a base de e-mails e faça pesquisas periódicas para saber do que o cliente gosta. Você pode até oferecer cupons de desconto em troca das respostas dele.
9 - Capriche na descrição dos produtos e produção de fotos e vídeos: O discurso do vendedor para encantar na loja física precisa ser substituído na internet por uma boa descrição, mostrando que o produto tem qualidade e descrevendo suas garantias para que o cliente fique seguro. 
Empresas com fotos bem produzidas, com detalhes dos produtos, zoom, boa iluminação e produção de imagens, conseguem se destacar. Vídeos, mais dinâmicos, têm se tornado cada vez mais grandes conversores de vendas. 
10 - Componha a comunicação de acordo com o giro de estoque: “Se o Facebook, por exemplo, não tiver alto índice de conversão para o seu e-commerce, pegue um produto de alto giro, algo extremamente atrativo, para colocar lá”, recomenda Gabriel Lima. Ofereça descontos para produtos pouco comprados e faça com que a promoção chegue ao conhecimento dos clientes.
11 - Faça ofertas cruzadas: às vezes, o cliente não encontra o produto que estava procurando. Oferecer, na página, produtos substitutos àquele que ele desejava adquirir pode ser uma boa ideia. 
12) Faça um trabalho adequado nas redes sociais: vá além da sua fanpage do Facebook ou do perfil do Instagram. Há grupos (dentro do próprio Facebook ou em outras redes) onde pessoas se reúnem para discutir interesses em comum que podem abrigar potenciais clientes.
13 - Fique atento ao calendário virtual: programe ofertas de acordo com datas promocionais da internet. Além do Natal, Dia das Mães, das Crianças e outras datas tradicionais, é possível lucrar mais no Dia do Consumidor (15 de Março), Dia do Frete Grátis (24 de abril), Black Friday (27 de novembro), Cyber Monday (30 de novembro), entre outras. 
Cristiano Chaussard, presidente da Associação do Comércio Eletrônico de Santa Catarina (ABComm/SC) e diretor da Flexy Negócios Digitais, afirma que é necessário observar alguns pontos importantes na estruturação do e-commerce para que o negócio seja rentável. 

“É fundamental pensar em três camadas. A primeira é a de negócios, fazendo um planejamento eficiente, conhecendo o seu público e oferecendo um preço de acordo com as expectativas. A segunda é a de tecnologia, a parte de software, hardware e servidores, fazendo com que a loja esteja disponível na tela dos usuários de forma estruturada, sem esquecer de pensar na logística. E por fim, a camada de comunicação, informando o consumidor adequadamente sobre a sua existência, as vantagens do seus produtos e a solidez da sua marca”, recomenda Chaussard.  
Com a casa organizada, o empreendedor pode então pensar em potencializar as vendas.  
“É evidente que para se tornar conhecido, mesmo na internet, é preciso investir. Porém, o custo de aquisição de clientes, investindo em propaganda para mostrar sua existência, ainda é muito caro. Há outra forma mais barata, que é fazer marketing de conteúdo. Demora mais para dar resultado, mas quando dá, é mais consistente, e constante”, afirma o especialista.  
Atrair usuários para comprar online exige é uma tarefa que exige cuidado e planejamento

Mesmo após conquistar um comprador, o esforço está longe de terminar. De acordo com Gabriel Lima, sócio-diretor da eNext, consultoria de marketing e soluções para e-commerce, fazer com que um consumidor retorne à sua loja é fundamental. Para isso, o empreendedor deve fazer um trabalho adequado de “business intelligence”, coletando informações relevantes sobre o seu negócio. 
“Preciso identificar se o consumidor que eu trouxe em um determinado momento voltará a comprar comigo. Assim, poderei pensar em estratégias para que ele retorne. Se uma pessoa não realiza uma nova compra em uma loja em seis meses, dificilmente voltará. É necessário fazer um esforço grande nesse período, entendendo esse possível cliente e oferecendo ofertas ou descontos que o interessem”.
Para conquistar um comprador ocasional e buscar novos clientes, potencializando as vendas, há uma série de ferramentas e estratégias disponíveis na internet. O empreendedor pode trabalhar com cupons de desconto, fazer ofertas cruzadas e até utilizar sistemas que fazem promoções automáticas e listas com preços diferentes de acordo com o CEP do comprador.

Veja o que diz um profissional especialista no assunto: http://bit.ly/1JdQGwK
























Nenhum comentário:

Postar um comentário