Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Japão quer 15 mil turistas portugueses



Em 2014, 13.032 turistas portugueses visitaram o Japão, uma subida que alcança o melhor ano do mercado português neste destino, 2007, no qual se registou 13.351 turistas portugueses.
O objectivo do destino para os próximos anos é alcançar os 15 mil turistas portugueses a visitar o Japão, segundo anunciou Koji Takahashi, director-geral do escritório da Organização Nacional do Turismo do Japão em Paris, no âmbito do seminário de Turismo do Japão, que decorreu na Embaixada do Japão, em Lisboa e contou com a presença do embaixador japonês Hiroshi Azuma e do secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes.
Para alcançar esta meta, o Turismo do Japão promoveu o seminário para os ‘players’ do sector turístico português, desde operadores turísticos a companhias aéreas, e disponibiliza um website em português com toda a informação sobre o destino. Para 2016, o destino planeia a participação na BTL – Feira de Turismo Internacional em Lisboa.
O objectivo dos 15 mil turistas portugueses insere-se na estratégia geral do destino, que pretende alcançar os 20 milhões de turistas internacionais em 2020, ano em que se celebram os Jogos Olímpicos em Tóquio. Em 2014, o Japão registou a entrada de mais de 13 milhões de turistas internacionais, um aumento de 29%.
Entre os destinos mais populares dos mercados europeus encontram-se Tóquio, Quioto, Hiroshima e Osaka. Mas Koji Takahashi salientou que o destino asiático tem muito mais para conhecer, desde Hakone a Kamakura, a Tohoku e Izumo, entre muitos outros. O responsável referiu ainda que com a desvalorização do iene, o destino está mais acessível, “apesar de ser mais caro do que outros destinos asiáticos, tem uma qualidade superior”. Como forma de exemplo, o director da Organização Nacional do Turismo do Japão em Paris indicou que um quarto individual num hotel mais económico ronda os 48 euros (7 mil ienes), enquanto um quarto duplo no hotel superior os 138 euros (20 mil ienes). Também as refeições no destino são de preços variáveis desde os 7 euros aos 35 euros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário