Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

terça-feira, 6 de maio de 2014

Chineses solitários driblam a falta de amigos com repolhos de estimação

O que você faz quando se sente sozinho e abandonado? Convida os amigos para fazer alguma coisa? Vai telefonando para todos os seus contatos até encontrar alguém com quem conversar? Faz os seus bichinhos de estimação de “terapeutas” e chora as pitangas entre lambidas e ronronadas? Mas, e se você não pudesse lançar mão desses artifícios para espantar a solidão, o que você faria?
De acordo com o Metro, jovens chineses encontraram uma forma pra lá de inusitada — para não dizer bizarra — de driblar a solidão. Segundo a publicação, por lá os adolescentes estão adotando repolhos como amigos e inclusive há os que passeiam com os vegetais como se fossem animais de estimação. Isso mesmo, caro leitor, repolhos…
 Amigos verdes
MetroO mais curioso é que dessa forma os jovens têm a oportunidade de encontrar outros chineses acompanhados de seus amigos verdinhos, tal como acontece quando levamos nossos cães para passear e jogamos conversa fora com outros donos de animais. Conforme explicou o psiquiatra Wen Chao, a ideia é bem simples — e triste! —: esses pobres adolescentes se sentem tão sós e simples quanto um repolho, e logo começam a agir como uma dessas plantas.
Ainda segundo Chao, quando os jovens saem com as plantas, a intenção não é a de encontrar companheiros sentimentais humanos, mas a de achar alguém com quem simplesmente conversar. Lui Ja Chen, um dos jovens que se tornou amigo de um repolho, revelou que a planta o ajudou muito, pois quando a leva para passear, Lui transfere seus pensamentos negativos para o vegetal.

De acordo com o Orange News, outro jovem — chamado Da-Xia Sung — inclusive disse sentir mais interesse pelo repolho do que pelos pais, explicando que sente que o vegetal o entende. Apesar de essa bizarra situação ser preocupante, ter um repolho de estimação também tem suas vantagens! Afinal a planta não late, não briga com outras plantas, não precisa ser alimentada, não faz sujeira pela rua e pode ser jogada no lixo depois de “usada”!

Nenhum comentário:

Postar um comentário