Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

quinta-feira, 14 de março de 2013

Governo vai pedir à ONU revisão dos dados da educação do Brasil no Pnud!

Para o ministro da Educação, dados usados em estudo são de 2005.
Relatório põe Brasil com a menor média de escolaridade da América do Sul.

 Sala de aula (Foto: Reprodução/RPC TV Londrina)

O governo brasileiro vai solicitar à Organização das Nações Unidas uma revisão dos dados da educação do Brasil no Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), divulgado nesta quinta-feira (14). Segundo o relatório, o Brasil tem a menor média de escolaridade da América do Sul, com 7,2 anos. O MEC diz que os dados usados pelo Pnud estão defasados, são de 2005, e que a média correta é de 7,4 anos.
Se fosse considerado este índice, o Brasil ficaria à frente de Colômbia e Suriname na América do Sul (veja tabela abaixo). A maior média de escolaridade do mundo é dos Estados Unidos: 13,3 anos.
Segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante afirmou que o governo vai entrar em contato com o escritório da ONU que fez o relatório para fazer as observações sobre a defasagem de dados. “Vamos bater lá na porta do escritório em Nova York, vamos sentar os técnicos do ministério com os técnicos de lá. Eles vão ter que avançar [nos cálculos] como o Brasil está avançando”, afirmou.
A ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, também esteve na entrevista para comentar os dados do Pnud. Ela disse que a avaliação sobre a educação no Brasil foi “injusta”. “Alguns países tem dados atualizados, o Brasil tem dados defasados. A avaliação foi injusta com o Brasil. Queremos ser comparados na mesma base de comparação. Reivindicamos que os dados sejam corrigidos”, afirmou.
Para Mercadante,  o relatório apresenta três “erros graves”: tomou como base dados de 2005 e não dados atualizados; não considerou que o ensino fundamental no Brasil passou de oito anos para nove; e deixou de levar em conta que 4,6 milhões de crianças matriculadas na pré-escola e nas Classes de Alfabetização.
“Dentro da metodologia usada pelo Pnud, os dados estão defasados e são insustentáveis. Desconsideraram 4,6 milhões de crianças na escola, crianças que nós sabemos o nome, sabemos onde estudam, sabemos quem são os pais e as mães. Não consideraram estatísticas públicas confiáveis. Assim fica distorcido”, disse o ministro.
De acordo com Mercadante, o ministério aplicou dados do IBGE de 2011 à metodologia usada pelo Pnud. Nas contas do governo, a média de escolaridade no país, que o Pnud apontou de 7,2 anos para população de 25 anos ou mais, saltaria para 7,4 anos. E para os anos de escolaridade esperados, os dados do governo apontam 16,7 anos, contra 14,2 do Pnud.
“Os anos de escolaridade esperada de 2000 para cá, segundo o Pnud, estão estáveis. Não há elementos para justificar isso.”  Para Mercadante, se o Pnud atualizasse os dados de educação, “o Brasil subiria 20 posições no ranking do IDH divulgado nesta quinta.
VEJA OS NÚMEROS DA EDUCAÇÃO NOS PAÍSES DA AMÉRICA DO SUL SEGUNDO O IDH
País Média
de anos de
escolaridade
Expectativa
de anos de
escolaridade
Adultos
alfabetizados
(acima de
15 anos)
População c/ ensino médio ou mais (*) Satisfação com a
qualidade do ensino
Evasão escolar
no ensino fundamental
Chile 9,7 14,7 98,6% 74,0% 44,0% 2,6%
Argentina 9,3 16,1 97,8% 56,0% 62,6% 6,2%
Bolívia 9,2 13,5 91,2% 44,5% 57,9% 5,9%
Peru 8,7 13,2 89,6% 52,9% 49,1% ---
Guiana 8,5 10,3 --- 55,6% --- 16,5%
Uruguai 8,5 15,5 98,1% 49,8% 55,8% 4,8%
Paraguai 7,7 12,1 93,9% 36,9% 66,9% 21,9%
Equador 7,6 13,7 91,9% 36,6% 74,5% 19,4%
Venezuela 7,6 14,4 95,5% 52,4% 81,2% 7,9%
Colômbia 7,3 13,6 93,4% 43,1% 71,7% 1,5%
Suriname 7,2 12,4 94,7% 43,7% --- 9,7%
BRASIL 7,2 14,2 90,3% 49,5% 53,7% 24,3%
(*) % entre as pessoas com 25 anos ou mais.
Obs.: estudo não traz dados da Guiana Francesa.
Fonte: Pnud/ONU
ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO (IDH 2013)
  PAÍS IDH 2011 IDH 2013
1) Noruega 0.943 0.955
2) Austrália 0.929 0.938
3) EUA 0.910 0.937
4) Países Baixos 0.910 0.921
5) Alemanha 0.905 0.920
38) Barbados* 0.793 0.825
85) Brasil 0.718 0.730
Fonte: Pnud/ONU
*País da América Latina mais bem colocado

Daniela Costa Pinto, analista de desenvolvimento do Pnud explica que
"o objetivo do relatório é a comparação entre países. Os países têm base de dados diferentes, alguns mais atualizados que outros. Fazemos escolhas metodológicas difíceis para comparar países e dar um panorama do que acontece no mundo."
Analfabetismo e evasão
O estudo do Pnud mostrou também um aumentou o índice de anos de escolaridade esperados para o Brasil: em 2011, ela era de 13,8 e, agora, subiu para 14,2. A média de adultos alfabetizados no Brasil é de 90,3%, segundo o estudo, e quase a metade da população acima de 25 anos (49,5%) tem pelo menos o ensino médio. A evasão escolar no ensino fundamental no país, de acordo com o estudo, é de 24,3%.
O estudo destacou o aumento de investimento em educação e destaca ainda o programa de bolsa de estudos do Brasil e campanhas de alfabetização.
No IDH 2013, o Brasil caiu uma posição e ficou no 85º lugar em uma lista de 185 países. O índice brasileiro, porém, subiu de 0.718 para 0.730 e continua na categoria "desenvolvimento humano alto". O IDH é medido em uma escala de 0 a 1 e leva em conta dados sobre saúde, educação e qualidade de vida, incluindo renda. O país que lidera a lista é a Noruega, com IDH de 0.955.

Nenhum comentário:

Postar um comentário