Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Dicas para seu animal de estimação durante a Copa do Mundo


Estamos na contagem regressiva para o início da Copa do Mundo no Brasil. A euforia com os jogos e a espera de cada gol do Brasil para comemorar com os amigos pode ser ótima, mas... onde seu animal de estimação vai ficar nessa história toda? Ele vai aguentar todo o barulho? E se tiver fogos de artifício, será que ele vai se assustar? E a caracterização com uma roupinha verde-amarela, será que pode?
De acordo com a médica veterinária do Hospital Veterinário Pró Vita Rhéa Cassuli Lima dos Santos, para não deixar o pet assustado com o ‘barulhão’ dos possíveis fogos, bolinhas de algodão nos ouvidos são boas opções para tentar amenizar o problema, mas ela alerta para alguns cuidados.
“É preciso tomar muito cuidado com a introdução de materiais estranhos dentro dos ouvidos dos pets: não devemos colocar nada pontiagudo ou duro, nada pequeno que possa “se perder” lá dentro, e não deixar o objeto por muito tempo”, explica.
Segundo a veterinária, outra dica importante é nunca deixar o pet sozinho. “O principal problema é que o medo dos fogos leva o pet a fugas, podendo ocasionar machucados, automutilações, hiperexcitação e brigas com outros cães, por exemplo. Em casos mais extremos, podem ocorrer paradas cardíacas em cães mais propensos, além de falta de ar, taquicardia, náuseas e convulsões”, esclarece Rhéa.
Para quem quer colocar até mesmo o animal de estimação no ritmo do Mundial, com uma roupinha verde-amarela, aí vão mais dicas: roupas apertadas ou que possam se engatar em algo são perigosas e podem sufocar ou machucar o animal. “Pode usar roupa? Pode, mas com supervisão. Nunca deixe o cão ou gato sozinho usando a roupa”, finaliza Rhéa.
Para a consultora comportamental de cães da Comportare Karla Raphaela Voltolini, na hora do barulho, alterações de ordem comportamental envolvem principalmente agressividade e são comuns relatos de briga entre animais que convivem diariamente juntos. “O ideal é acostumar o filhote desde pequeno com barulhos altos, associando desde o início os fogos como sendo coisas legais. Esse reforço pode ser feito através de petiscos ou oferecendo ao cão o seu brinquedo preferido”, comenta a especialista.
Karla listou outras dicas para tentar manter o bichinho um pouco mais calmo nos momentos de comemoração. Confira!
 :: é interessante deixar o máximo de portas e janelas fechadas para abafar o som dos fogos ou utilizar tampões nos ouvidos dos animais;
 :: para cães adultos que possuem a fobia desde pequenos, a solução é consultar um médico veterinário que poderá fazer a indicação do uso de um antiansiolítico para esses dias mais barulhentos;
 :: não pegue o animal no colo para fazer carinho: essa atitude só irá reforçar para o animal que ele realmente deve ter medo do barulho causado pelos fogos;
 :: deixe o pet à vontade para escolher o seu local de preferência. Caso ele esteja tão atordoado a ponto de não conseguir fazer a escolha, deixe-o preso em um quarto com sua caminha, água e brinquedos;
 :: lembre-se de manter janelas fechadas e qualquer coisa que ele possa se ferir ou derrubar em um pico de medo longe do seu amiguinho;

 :: para evitar que seu bichinho fuja, deixe todos portões bem trancados e lembre-se que, no desespero, seu cão irá correr por vários quilômetros, por isso é importante deixar o pet com uma coleira de identificação, assim se alguém resgatar seu cão você poderá ser informado;
Com esses cuidados, é possível curtir a Copa do Mundo e amenizar o estresse do seu bichinho de estimação!
Sobre Rhéa Cassuli Lima dos SantosRhéa Cassuli Lima dos Santos é médica veterinária graduada pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP), especialista com residência em Clínica Médica de Pequenos Animais também pela UTP, e especializanda em Endocrinologia e Metabologia de Cães e Gatos pela Associação Nacional de Clínicos de Pequenos Animais de São Paulo.
Sobre Karla Raphaela VoltoliniKarla Raphaela Voltolini é zootecnista e consultora da Comportare – Comportamento e Adestramento de Cães.
Sobre o Hospital Veterinário Pró VitaO Hospital Veterinário Pró Vita conta com profissionais qualificados e especialistas em diversas áreas para garantir o melhor atendimento, além de uma estrutura completa para internamento dos animais. Os bichinhos são supervisionados 24 horas por dia por profissionais preparados, que monitoram sua condição constantemente, e estão prontos para intervir com agilidade e precisão!
O HV Pró Vita conta, também, com o Centro de Imunização, novo espaço localizado no próprio hospital dedicado para as aplicações de vacinas e também para o armazenamento delas. O Centro de Imunização é uma iniciativa em parceria com o fornecedor de vacinas Merial,através do Sistema de Imunização Merial (SIM),oferecendo maior controle e garantia da qualidade das vacinas utilizadas. Inovação, tecnologia e qualidade para os pacientes.
Outro diferencial do Pró Vita é um espaço só para os felinos, com consultório especial e sala de internamento só para gatos, reduzindo, assim, o estresse dos felinos em um ambiente estranho, e diminuindo o contato com a presença de cães no mesmo ambiente.
Serviço:
Hospital Veterinário Pró Vita
End.: Rua Victório Viezzer, 209 – Vista Alegre
Telefone: (41) 3024-0816
Site:
www.hvprovita.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário