Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Abrigo Mãos de Assis faz campanha para doação de animais em Araxá

Abrigo Mãos de Assis Araxá (Foto: Reprodução/TV Integração) 
Eveline disse que se sente mais feliz com Thor

O espaço do abrigo Mãos de Assis, que recolhe animais abandonados, está pequeno devido à grande demanda em Araxá, no Alto Paranaíba. Atualmente, o local abriga cerca de 120 animais e em cinco anos de trabalho já encaminhou mais de três mil para adoção. O abrigo conta com uma feira de adoção que funciona aos sábados, das 10h às 14h, na Praça Governador Valadares, no Centro.
O abrigo trabalha na recuperação de animais, doentes ou machucados, encontrados nas ruas. “Pegamos o cão debilitado, cuidamos e encaminhamos para a adoção”, disse a coordenadora Onilda Soares.
Os animais recebem cuidados, comida e saem da situação de abandono para encontrar um lar. “Para adotar, a pessoa precisa ser maior de idade, ter um documento de identidade, assinar um termo de responsabilidade e ter condição de conduzir o animal pra casa”, disse a presidente Izolda Nolli.
Segundo o veterinário que ajuda na reabilitação dos animais, Albano Machado, falta consciência nas pessoas. “Elas soltam os animais nas ruas que ficam em condições precárias. Algumas vezes, quando não temos recurso, temos que fazer eutanásia, mas na medida do possível estamos conseguindo recuperar os animais”, explicou.
A advogada Eveline Drummond adotou Thor com apenas 40 dias de vida. Ele ainda era frágil e cresceu forte. “Eu tinha outro cachorrinho preto que foi atropelado. Minha cachorrinha estava muito triste e decidi adotar o Thor. Eu realmente sinto que o amor que ele me dá é muito grande e eu fico muito mais feliz”, contou.
A dona de casa, Gilca Daniela Sena, ganhou a cadela Lara, a mais uma integrante da casa. O animal de estimação foi escolhido pela filha na feira de adoção do abrigo. ”Ela gosta bastante de animal e esse final de semana ela nem quis sair de casa só para cuidar da cachorra”, disse.
Informações sobre as doações pelo telefone (34) 3661-6067.

Nenhum comentário:

Postar um comentário