Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

G-SUITE:Veja mais detalhes aqui!!!!!

G Suite




Olá.

Agradecemos a análise do G Suite.

Aqui estão três motivos para testar esse recurso:

  1. Você pode receber e-mails personalizados e muito mais com o Gmail for business.
  2. Ele ajuda os funcionários a cumprirem suas tarefas e colaborarem de forma mais rápida e eficiente.
  3. Milhões de pequenas e grandes empresas já mudaram para o G Suite.

Conheça aqui o G Suite!!!!

O que é o G Suite?

O G Suite é um pacote de produtividade baseado na nuvem que ajuda as equipes a se comunicar, colaborar e realizar tarefas em qualquer lugar e de qualquer dispositivo. Ele é fácil de configurar, usar e gerenciar. Assim, sua empresa pode se concentrar no que realmente importa.

Milhões de empresas em todo o mundo contam com o G Suite para aproveitar recursos como e-mail profissional, armazenamento de arquivos, reuniões por vídeo, agendas on-line, edição de documentos e muito mais.

Assista ao vídeo ou saiba mais aqui.

Veja alguns destaques:

E-mail empresarial para seu domínio

Parecer profissional conta muito e isso significa se comunicar como você@suaempresa.com. Os recursos simples e eficazes do Gmail ajudam você a desenvolver sua marca e realizar ainda mais tarefas.

Acesse em qualquer local ou dispositivo

Verifique seu e-mail, compartilhe arquivos, edite documentos, realize reuniões por vídeo e muito mais, estando no trabalho, em casa ou viajando. Você continua o trabalho de onde parou em um computador, tablet ou smartphone.

Ferramentas de gerenciamento de nível empresarial

As configurações de administrador robustas oferecem controle total sobre usuários, dispositivos, segurança e muito mais. Seus dados estão sempre com você e eles permanecem com você caso queira mudar de solução.

Inicie uma avaliação gratuita

Procurando Diversão??????????

               Procurando Diversão?????????



Então encontrou o melhor local,
e a rede social mais badalada do momento!!!!

Não acredita?????
Então confira você mesmo(a)!!!!!!

Acesse agora mesmo!!!!!!

>>>>> http://www.sccliberal.com.br/Convite.aspx?cvt=496157

Boa diversão e com certeza vão gostar demais!!!!


terça-feira, 20 de maio de 2014

Os 10 maiores jogos das Copas do Mundo

Se na rua, no clube, na escola, todo dia tinha grandes jogos, imagina em uma Copado Mundo. É o lugar aonde a elite do futebol se encontra e desta vez com as cores do país.

É o lugar que jogadores se transformam em lendas. São mais de 700 partidas em Copas, e são muitos os grandes jogos, disputas, derrotas e claro vitórias. Quais são os maiores jogos da história da Copa do Mundo?
Fizemos uma lista dos 10 maiores jogos, disputas, viradas, nó tático. Veja abaixo:
Data: 17-06-1970
Semifinal
Local: Estádio Azteca, Cidade do México, México.
Itália: Albertosi; Burgnich, Rosato (Poletti), Cera e Facchetti; Bertini e De Sisti; Domenghini, Boninsegna, Mazzola (Rivera) e Riva. Técnico: Ferruccio Valcareggi.
Alemanha: Maier; Vogts, Schnellinger, Beckenbauer e Patzke (Held); Schulz e Overath; Grabowski, Uwe Seeler, Gerd Müller e Löhr (Libuda). Técnico: Helmut Schön.
Juiz: Arturo Yamazaki (PER)
Público: 102.440 pessoas
Gols: Boninsegna-ITA aos 8′ do 1º T, Schnellinger-ALE aos 47´do 2º T; Müller aos 4´, Burgnich-ITA aos 8´e Riva-ITA aos 13´do 1º T da prorrogação; Müller-ALE aos 4´e Rivera-ITA aos 5´do 2º T da prorrogação.
Copa
Expressiva goleada contra a Itália consagrou a geração de Pelé e Carlos Alberto Torres.
Data: 08 de julho de 1982
Semifinal
Local: Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, Sevilha, Espanha.
Alemanha: Schumacher; Kaltz, Stielike, Karl-Heinz Foerster e Bernd Foerster; Dremmler, Breitner e Briegel (Rummenigge 7´da prorrogação); Magath (Hrubesch 27´do 2º T), Fischer e Littbarski. Técnico: Jupp Derwall.
França: Ettori; Bossis, Trésor, Janvion e Amoros; Genghini (Battiston 5´do 2º T) (Lopez 13´do 2º T); Giresse, Tigana e Platini; Rocheteau e Six. Técnico: Michel Hidalgo.
Gols: Littbarski-ALE, aos 18´, Platini-FRA, pênalti, aos 27´do 1º T; Trésor-FRA, aos 3´, Giresse-FRA, aos 8´, Rummenigge-ALE, aos 12´do 1º T da prorrogação; Fischer-ALE, aos 3´do 2º T da prorrogação
Juiz: Charles Corver (HOL)
Público: 70.000 pessoas
Nos pênaltis, Alemanha 5×4 França: Kaltz, Breitner, Littbarski, Rummenigge e Hrubesch fizeram para a Alemanha. Stielike perdeu. Giresse, Amoros, Rocheteau e Platini fizeram para a França. Six e Bossis perderam.
Data: 29 de junho de 1986
Final
Estádio – Azteca (Cidade do México)
ARGENTINA – Pumpido, Brown, Ruggeri e Olarticoechea; Cuciuffo, Batista e Giusti; Enrique e Maradona; Burruchaga (Trobbiani) e Valdano
Técnico – Carlos Bilardo
ALEMANHA OCIDENTAL – Schumacher, Jakobs, Berthold, Forster e Briegel; Matthaus, Brehme, Magath (Hoeness) e Eder; Rummenigge e Allofs (Voller)
Técnico – Franz Beckenbauer
Árbitro – Romualdo Arppi Filho (Brasil)
Público – 114.600

Data: 5/07/1982
Segunda Fase
Local: Sarriá (Barcelona);
ITÁLIA: Zoff, Gentile, Cabrini, Collovati (Bergomi) e Scirea; Tardelli (Marini), Antogoni e Oriali; Conti, Rossi e Graziani. Técnico: Enzo Bearzot
BRASIL: Valdir Peres, Leandro, Oscar, Luizinho e Júnior; Toninho Cerezo, Falcão, Sócrates e Zico; Éder e Serginho (Paulo Isidoro). Técnico: Telê Santana
Juiz: Abraham Klein (ISR); Público: 44 000;
Gols: Rossi 5, Sócrates 12 e Rossi 25 do 1º; Falcão 23 e Rossi 29 do 2º; Cartão amarelo: Gentile e Oriali
Copa
Aquele jogo contra a Holanda foi o mais dramático da campanha do tetra. Romário, Bebeto e Branco marcaram os gols da partida.
Data: Domingo, 16 de Julho de 1950
Final
Local: Estádio Jornalista Mário Filho “Maracanã”
BRASIL: Barbosa; Augusto, Juvenal; Bauer, Danilo, Bigode; Friaça, Zizinho, Ademir, Jair, Chico.
URUGUAI: Maspoli; Matias Gonzalez, Tejera; Gambetta, Obdulio Varela, Andrade; Ghiggia, Julio Perez, Miguez, Schiaffino, Moran.
Público: 173.850 expectadores pagantes – (no Total: mais de 200.000)
Árbitro: George READER (Inglaterra)
Data: 30/06/1998
Quartas de Final
Local: Estádio Geoffroy-Guichard, Saint-Étienne
Argentina: Roa; Ayala, Chamot, Vivas e Zanetti; Almeyda, Simeone (Berti), Ortega e Verón; López (Gallardo) e Batistuta (Crespo). Técnico: Daniel Passarela.
Inglaterra: Seaman; Gary Neville, Campbell, Adams e Le Saux (Southgate); Ince, Anderton (Batty), Scholes (Merson) e Beckham; Shearer e Owen. Técnico: Hoddle Glenn.
Gols: Batistuta (A), Shearer (I), Owen (I) e Zanetti (A).
Penaltis:
Para a Argentina, fizeram: Berti, Verón, Gallardo e Ayala.
Para a Inglaterra, fizeram: Shearer, Merson e Owen.
Árbitro: Nielson Kim Milton (Dinamarca)
Público: 30.600
Data: 12 de Julho 1998
Final
Local: Stade de France, Saint-Dennis-FRA
BRASIL: Taffarel, Cafu, Aldair, Júnior Baiano e Roberto Carlos; César Sampaio (Edmundo), Dunga, Leonardo (Denílson) e Rivaldo; Bebeto e Ronaldo. T: Zagallo.
FRANÇA: Barthez, Thuram, Desailly, Leboeuf e Lizarazu; Deschamps, Petit, Karembeu (Boghossian) e Zidane; Djorkaeff (Viera) e Guivarc´h (Dugarry). T: Aimé Jacquet.
Público: 75.000
Data: 12 de julho de 1998
Árbitro: Said Belqola (MAR)
Gols:
França: Zidane aos 27 e 46 do primeiro tempo; Petit aos 48 do segundo tempo
Copa
Jogo marcou o primeiro título da seleção brasileira, que tinha em Pelé um menino de 17 anos que chorou após a partida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário