Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

domingo, 18 de maio de 2014

Gatos de estimação viram companhia para donos em cafés pelo mundo

Os 'cat cafés', originais da Ásia, estão se tornando cada vez mais populares. Cidades como Londres, Viena, Berlim e Paris já contam com a novidade, que ainda não chegou ao Brasil.
Tomar um cafezinho acompanhado dos amigos é sempre uma boa opção. Imagine, então, tomar um café rodeado de gatos de estimação. Os "cat cafés", originais da Ásia, estão se tornando cada vez mais populares em todo o Mundo. Cidades como Londres, Viena, Berlim e Paris já contam com a novidade, que ainda não chegou ao Brasil.

Um ambiente onde os gatos circulam livremente. O cliente pede um café, senta e, enquanto desfruta da bebida, interage com os bichanos. Assim são os "cat cafés". O primeiro surgiu em Taiwan, na década de 90. Depois, viraram uma febre no Japão, onde horas e horas de trabalho e regras locais impedem a criação de animais em apartamentos cada vez mais minúsculos.
A moda expandiu e, hoje, metrópoles como Londres, Paris e Berlim já experimentam a novidade. A empresária Takaki Ishimitsu deixou Nagoya, no Japão, para abrir um "cat café" em Viena, capital da Áustria. Inaugurado há dois anos, o local já é um sucesso na cidade.
"O público é variado. Vem desde pessoas com deficiência mental até idosos, já que os gatinhos proporcionam um efeito terapêutico neles. Também recebemos muitas crianças, turistas e,à noite, vem muita gente que sai do trabalho para relaxar", conta a empresária.
As regras sanitárias são seguidas à risca. Os gatinhos, por exemplo, não podem sair na rua, ficar na cozinha ou na despensa. A cada 6 meses, todos passam por avaliação de um médico veterinário. A repórter Patrícia Moribe, da Rádio França Internacional, visitou um "cat café" em Paris e, por lá, os cuidados com a limpeza também são fundamentais. Os visitantes aprovam a ideia.
Mas, nem todos gostam dos "cat cafés". A jornalista Juliana Carpanez conheceu um em Osaka, no Japão. Ela pagou o equivalente a 25 reais pra poder ficar uma hora no local.
O psiquiatra Elko Perissinotti, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, explica que a relação com os animais pode trazer muitos benefícios, entre eles reduzir o estresse, aumentar o bem-estar e a resistência do organismo.
Mas, e os benefícios para os animais? A médica veterinária Carolina Rocha, especialista em comportamento animal, avalia que os "cat cafés" podem gerar infelicidade aos gatos e doenças a longo prazo.
No Brasil ainda não existem "cat cafés". De acordo com a Anvisa, a permissão para a abertura deve ser solicitada aos conselhos regionais de vigilância sanitária de cada município. As regras variam e podem ser bem rigorosas. Em São Paulo, por exemplo, a permanência de animais em comércios que manipulam alimentos só é permitida na área de consumação e em espaços reservados. No entanto, especialistas em marketing e varejo ouvidos pela CBN avaliam que a chegada deste empreendimento ao País é questão de tempo.
Cat cafés são populares no mundo (Crédito: Divulgação / Les Cafes des Chats)  
Cat cafés são populares no mundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário