Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

terça-feira, 16 de abril de 2013

Servidores aposentados do Ministério da Educação estão sem acesso à Geap

O cancelamento dos atendimentos do plano de saúde ocorreu porque o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, se precipitou e cancelou o convênio




Hall de acesso à Fundação de Seguridade, que atende a mais de 650 mil funcionários públicos em Brasília (Breno Fortes/CB/D.A Press - 27/3/2013)
Hall de acesso à Fundação de Seguridade, que atende a mais de 650 mil funcionários públicos em Brasília

Os servidores aposentados do Ministério da Educação (MEC) estão pagando um preço alto pela crise que se instalou na Fundação de Seguridade Social (Geap). Desde a última sexta-feira (12/4), os 1.668 usuários do plano não têm assistência de saúde. Alguns precisam de cuidados especiais. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que regula o setor, confirmou que é responsável por cobrar a prestação de serviço, mas ponderou que não pode interferir se o MEC não renovou o contrato.

Leia mais notícias em Economia

Segundo Oton Pereira, diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Serviço Público Federal (Condsef), o cancelamento dos atendimentos aconteceu porque o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, se precipitou e cancelou o convênio com a Geap. O documento com o pedido de prorrogação — enviado por ele ao Tribunal de Contas da União (TCU) em 22 de março último — não foi respondido até 2 de abril, data limite para a renovação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário