Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Ex-aluno da UM cria comunidade mundial de animais de estimação


Afonso Barbosa, que estudou Matemática e Ciências da Computação na Universidade do Minho, concebeu “a primeira comunidade mundial” que, através de uma aplicação, interliga os animais de estimação, donos, veterinários, lojas e petlovers. A Pet2Mate está ao dispor gratuitamente para iPhone, iPad ou iPod Touch, prevendo-se em breve para Android, Windows Phone e na Web.

'Esta aplicação quer estar para a vida dos animais tal como o facebook está para a vida das pessoas”, define o programador e designer de 42 anos. “A sua diferenciação é a transferência de propriedade entre os utilizadores (veterinário, proprietário e lojas), permitindo congregar e gerir numa nuvem virtual o histórico de cada animal de um modo simples, rápido e seguro”, vinca Afonso Barbosa, que esteve nos inícios da Edigma, proeminente tecnológica nacional, e lançou vários projetos, alguns em Silicon Valley, nos EUA, além de colaborar em projetos com a Microsoft, Sony, Benetton, Roche, entre outras.

A Pet2Mate possibilita ao proprietário gerir a identificação do seu animal, com menus como idade, raça, características, preferências de acasalamento, historial clínico, veterinário, cronologia de fotos, diário, pesquisa avançada e alertas como as fases de fertilidade, de perda do pelo e de peso a mais. O utilizador pode ainda ter um fórum, mensagens particulares e partilhar detalhes do seu animal pelo facebook e email, para informar quem não tem a aplicação. Os que desejam ter um animal de estimação não foram esquecidos, graças à função de pesquisa de adoção em qualquer parte do mundo, evitando que muitos deles sejam abatidos e assim ganhem novo lar. Há ainda um glossário (“wikipets”) associado ao perfil e às necessidades quotidianas dos animais e suas raças.

A tecnologia está ao dispor em inglês, espanhol e português, devendo a curto prazo surgir versões em russo, chinês, japonês, francês e alemão. A descarga é para já gratuita e dá direito a registar dois animais. O antigo aluno da UMinho admite que o potencial do projeto justifica o alargamento a mais comunidades animais, como coelhos, hamsters, répteis e aranhas, além de outras funções relativas a vendas e prestação de serviços. Na origem desta ferramenta 100% portuguesa esteve, curiosamente, um problema comum entre donos de animais: achar um parceiro de acasalamento. O promotor tinha uma gata persa tartaruga e procurou online um gato daquela linhagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário