Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

domingo, 14 de abril de 2013

Benefícios do animal de estimação à sua saúde

Saiba o porquê eles trazem alegria, bem-estar e diversão à sua família!

Da Redação / Colaboração Bruno Gody (estagiário) / Foto Shutterstock / Adaptação web: Ana Carolina Gabriel
Além de melhores amigos, os pets trazem inúmeros benefícios à saúde. Confira!

Além de levar alegria ao lar, a convivência com animais de estimação pode apresentar diversos benefícios, como prevenir e até ajudar no tratamento de doenças que afetam seus donos. A conclusão é de pesquisadores do departamento de Psicologia Experimental da Universidade de São Paulo (USP).


De acordo com Luiz Luccas, presidente da Comissão de Animais de Companhia (Comac), são inúmeras as vantagens que os animais oferecem aos humanos. “Essa convivência possibilita enormes benefícios sociais, psicológicos e até mesmo físicos”. Para se chegar a essas melhorias, porém, é necessário que haja uma redução significativa no problema que mais afeta as pessoas durante os tratamentos médicos e psicológicos: o estresse. “Com os nervos controlados, os níveis de colesterol, triglicérides e da pressão arterial diminuem, proporcionando ao indivíduo maior qualidade de vida e um aumento expressivo de tolerância”, diz Luccas.


Bom para o coração
Pessoas com doenças no coração também se beneficiam na convivência com animais de estimação. A companhia dos bichos propicia sobrevida e melhora na recuperação de quadros de cardiopatia, pois garante a adoção de hábitos saudáveis, como caminhadas e até mesmo corrida. No caso de Evandro Pádua, paciente cardíaco recuperado há três anos, a convivência com Pitu, um labrador de 5 anos, foi fundamental. “Não tem dia e nem tempo ruim para os pets. Sempre que chegar em casa, triste ou feliz, saudável ou doente, o melhor amigo vai estar lá disposto a brincar. Isso é contagiante”, conta Pádua.

Mas os benefícios não param por aí. “Indivíduos com traumas recentes também são favorecidos. Por estarem limitadas, as pessoas acabam realizando movimentos leves tanto na brincadeira como em outras atividades com os pets, dando sequência ao que seria feito na fisioterapia. Desta forma, o processo de recuperação é acelerado”, relata a veterinária clínica Ceres Berger.


Nenhum comentário:

Postar um comentário