Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

G-SUITE:Veja mais detalhes aqui!!!!!

G Suite




Olá.

Agradecemos a análise do G Suite.

Aqui estão três motivos para testar esse recurso:

  1. Você pode receber e-mails personalizados e muito mais com o Gmail for business.
  2. Ele ajuda os funcionários a cumprirem suas tarefas e colaborarem de forma mais rápida e eficiente.
  3. Milhões de pequenas e grandes empresas já mudaram para o G Suite.

Conheça aqui o G Suite!!!!

O que é o G Suite?

O G Suite é um pacote de produtividade baseado na nuvem que ajuda as equipes a se comunicar, colaborar e realizar tarefas em qualquer lugar e de qualquer dispositivo. Ele é fácil de configurar, usar e gerenciar. Assim, sua empresa pode se concentrar no que realmente importa.

Milhões de empresas em todo o mundo contam com o G Suite para aproveitar recursos como e-mail profissional, armazenamento de arquivos, reuniões por vídeo, agendas on-line, edição de documentos e muito mais.

Assista ao vídeo ou saiba mais aqui.

Veja alguns destaques:

E-mail empresarial para seu domínio

Parecer profissional conta muito e isso significa se comunicar como você@suaempresa.com. Os recursos simples e eficazes do Gmail ajudam você a desenvolver sua marca e realizar ainda mais tarefas.

Acesse em qualquer local ou dispositivo

Verifique seu e-mail, compartilhe arquivos, edite documentos, realize reuniões por vídeo e muito mais, estando no trabalho, em casa ou viajando. Você continua o trabalho de onde parou em um computador, tablet ou smartphone.

Ferramentas de gerenciamento de nível empresarial

As configurações de administrador robustas oferecem controle total sobre usuários, dispositivos, segurança e muito mais. Seus dados estão sempre com você e eles permanecem com você caso queira mudar de solução.

Inicie uma avaliação gratuita

Procurando Diversão??????????

               Procurando Diversão?????????



Então encontrou o melhor local,
e a rede social mais badalada do momento!!!!

Não acredita?????
Então confira você mesmo(a)!!!!!!

Acesse agora mesmo!!!!!!

>>>>> http://www.sccliberal.com.br/Convite.aspx?cvt=496157

Boa diversão e com certeza vão gostar demais!!!!


quinta-feira, 4 de abril de 2013

Aos poucos, Japão se afasta do pacifismo

Exercício militar com os EUA e pequenas alterações nas Forças Armadas ocorrem em meio à disputa com a China por ilhas e retórica ameaçadora por parte da Coreia do Norte

 

Os soldados japoneses com rostos camuflados e equipados para combate chegaram em helicópteros na ilha de San Clemente, Califórnia, e movimentaram-se rapidamente para recapturá-la de um invasor imaginário. Para garantir sua vitória, pediram a um navio de guerra americano que estava nas proximidades para que atingisse o "inimigo" com armas de fogo.
Dezembro de 2012: Japão acusa China de violar espaço aéreo sobre ilhas disputadas
Leia também: Partido japonês PLD rejeita negociar soberania de ilhas com China
NYT
Durante exercício militar em conjunto com os EUA, soldado japonês caminha no campo de Pendleton, na Califórnia
Tensão: Japão apresenta protesto à China após radar apontado para navio
Talvez a característica mais notável do jogo de guerra que ocorreu em fevereiro, chamado de Punho de Ferro, foi a ousadia de sua advertência silenciosa. O Japão tem medo apenas de um país que poderia atacar uma de suas ilhas: a China.
Punho de Ferro é um dos mais recentes sinais de que a ansiedade do Japão sobre as revindicações insistentes da China à respeito da disputa de ilhas, assim como as constantes ameaças nucleares por parte da Coreia do Norte estão influenciando os líderes japoneses a mudarem sua tática de pacifismo pós-guerra do país.
Kaesong: Coreia do Norte impede entrada de sul-coreanos em parque industrial conjunto
Leia também: Coreia do Norte promete reativar instalações nucleares
A nova assertividade tem sido particularmente evidente em Shinzo Abe, novo primeiro-ministro e um conservador que aumentou os gastos militares do país pela primeira vez em 11 anos. E as solicitações de Abe para que seu Exército esteja mais preparado e mais forte são mais bem recebidas hoje no Japão do que antigamente.
"Esta é uma reflexão muito séria a respeito da segurança do Japão", disse Satoshi Morimoto, ministro da Defesa do último governo, que arquitetou algumas mudanças na política de defesa do Japão.
Ao mesmo tempo, o público japonês tem mais uma vez apoiado totalmente as Forças de Autodefesa. Isso ocorreu em parte devido à sua preocupação com a China e com a Coreia do Norte, mas também devido à presença humanitária dos militares após o tsunami de 2011 .
Dois anos após terremoto e tsunami: Premiê do Japão promete país mais forte
Mais: Apego do Japão ao fax expõe resistência ao novo e envelhecimento populacional
Aos poucos, porém, significativamente, durante os últimos anos, o Japão vem remodelando a si mesmo e à suas Forças de Autodefesa para se tornarem aliados do Exército americano.
Nos últimos anos, os dois países desenvolveram conjuntamente um sistema de mísseis lançados a partir de navios, capaz de abater mísseis balísticos. Abe solicitou também que haja uma interpretação mais ampla da constituição pós-guerra, que limita o Japão para atuar apenas em "autodefesa", para incluir a ação em defesa de seus aliados.
Abe disse que isso permitiria que as Forças japonesas possam abater um míssil da Coreia do Norte que estivesse a caminho dos Estados Unidos, algo que hoje não poderia ser feito legalmente.
Abe também pediu para reescrever a constituição pós-guerra para acabar completamente com restrições sobre os militares, mas pesquisas mostraram que a ideia continua pouco popular entre a maior parte dos japoneses. Ainda assim, em um país que durante anos não reconhecia que possuía Forças Armadas, as mudanças nos orçamentos e táticas são significativas.

ASSISTA O VÍDEO
China está perto de ultrapassar o Japão - TV iG
2,144 exibições
estrelaestrelaestrelaestrelaestrela
ASSISTA O VÍDEO
Guarda costeira do Japão usa jatos de água contra b

Nenhum comentário:

Postar um comentário