Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

sexta-feira, 1 de março de 2013

Wanderlei Silva sobre UFC Japão: 'Vou nocautear Stann. Pode ter certeza' Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/minuto/Wanderlei-Silva-UFC-Japao-Stann_0_874112662.html#ixzz2MJy0q3Ck © 1997-2013 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

Wanderlei Silva (Foto: Divulgação)Wanderlei Silva encara Brian Stann na luta principal do UFC Japão (Foto: Divulgação) 

Em entrevista exclusiva ao LANCENET!, Cachorro Louco promete derrubar adversário, mira prêmio de 'Melhor Luta' e lembra iníco da carreira: 'Tive de lutar para sobreviver'

 

No início de 2013, uma pesquisa foi realizada por um site americano para eleger o "lutador mais perigoso da história do MMA". O vencedor escolhido pelo público foi Wanderlei Silva. Apesar de ter finalizado o adversário em apenas duas oportunidades em sua oito lutas pelo UFC, a coleção de 23 nocautes do cartel do "Cachorro Louco" ainda faz barulho. De volta ao Japão, onde enfrenta Brian Stann neste sábado, em Tóquio, o brasileiro quer recuperar o instinto do PRIDE. Em entrevista exclusiva ao LNET!, Wand reafirmou que a luta prevista para cinco rounds não vai até o final e que está preparado para aumentar sua coleção de 23 nocautes.
- Estou fazendo tudo direitinho e treinando bem para essa luta. Estou preparado para o nocaute. Essa luta tem cinco rounds, mas ela não vai até o final. Vou nocautear. Pode ter certeza - disse o brasileiro, que fez o fim de sua preparação na casa do The Ultimate Fighter Brasil II, onde fez parte da equipe do amigo Fabricio Werdum.
Sobre o oponente, Wanderlei espera um combate duro e revelou que sua intenção é conquistar um dos prêmio que a organização dá aos atletas após os eventos. O curitibano também coleciona as premiações. Ele já levou para casa por cinco vezes um bônus de evento. Por duas oportunidades Wand conquistou o "Nocaute da Noite" e por trêz vezes o título de "Melhor Luta"
Wanderlei Silva encara americano Brian Stann em evento antes do UFC Japão (Divulgação/UFC)
- O Stann é um excelente lutador. Já foi campeão meio-pesado em outro evento e agora está voltando aos médios. Ele é um pouco maior do que eu. Ele era da Marinha nos Estados Unidos, sei que é considerado um herói americano. É um cara muito querido na América. É uma pessoa gente boa. Mas o esporte é assim. A gente não pode nem fazer muitos amigos. Eu vejo que ele é respeitoso. Ele é um cara que luta em pé. Eu tenho certeza que faremos a luta da noite. Queremos que os fãs fiquem felizes. Quero a vitória para o Brasil - declarou o lutador brasileiro.
Wanderlei lembra infância difícil: 'Tive de lutar para sobreviver'
Quem vê o lutador sendo idolatrado por onde passa como um dos maiores nomes do esporte e com uma vida bem sucedida pode não imaginar as dificuldades pela qual Wanderlei Silva passou. Sem pensar em aposentadoria, o ex-campeão do PRIDE já traçou sua nova meta na carreira. E ela passa longe dos octógonos. O curitibano sonha com projetos onde dará melhores oportunidades a quem sonha viver do MMA.
- Meu foco agora é outro. Tive de lutar a minha vida toda para sobreviver. Tive que ajudar minha familia. Esse sempre foi meu foco principal. Poder dar uma qualidade de vida melhor para a minha familia, meus pais, meus irmãos, meus sobrinhos... Graças a Deus, eu já consegui cumprir. Agora, é tentar divulgar mais o nosso esporte para que mais pessoas tenham a oportunidade que eu tive - avaliou o atleta.
Sobre os projetos para o futuro, Wanderlei sonha dar a crianças carentes a oportunidade e a estrutura necessária para que elas possam alcançar o sonho de se tornarem um futuro campeão.
- Acho que existe muito Wanderlei Silva por aí. Nosso esporte custa caro. Quero fazer com que essas pessoas consigam ter uma chance. Quero criar futuros campeões de uma origem humilde, como a de que eu vim. Se fizer uma pesquisa entre os campeões, vão ver que poucos de nós vieram de berço de ouro. Os melhores são aqueles que tiveram dificuldades e não tiveram outra saída. Acho que meu foco é tentar fazer com que esses caras tenham a oportunidade que eu tive - finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário