Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

G-SUITE:Veja mais detalhes aqui!!!!!

G Suite




Olá.

Agradecemos a análise do G Suite.

Aqui estão três motivos para testar esse recurso:

  1. Você pode receber e-mails personalizados e muito mais com o Gmail for business.
  2. Ele ajuda os funcionários a cumprirem suas tarefas e colaborarem de forma mais rápida e eficiente.
  3. Milhões de pequenas e grandes empresas já mudaram para o G Suite.

Conheça aqui o G Suite!!!!

O que é o G Suite?

O G Suite é um pacote de produtividade baseado na nuvem que ajuda as equipes a se comunicar, colaborar e realizar tarefas em qualquer lugar e de qualquer dispositivo. Ele é fácil de configurar, usar e gerenciar. Assim, sua empresa pode se concentrar no que realmente importa.

Milhões de empresas em todo o mundo contam com o G Suite para aproveitar recursos como e-mail profissional, armazenamento de arquivos, reuniões por vídeo, agendas on-line, edição de documentos e muito mais.

Assista ao vídeo ou saiba mais aqui.

Veja alguns destaques:

E-mail empresarial para seu domínio

Parecer profissional conta muito e isso significa se comunicar como você@suaempresa.com. Os recursos simples e eficazes do Gmail ajudam você a desenvolver sua marca e realizar ainda mais tarefas.

Acesse em qualquer local ou dispositivo

Verifique seu e-mail, compartilhe arquivos, edite documentos, realize reuniões por vídeo e muito mais, estando no trabalho, em casa ou viajando. Você continua o trabalho de onde parou em um computador, tablet ou smartphone.

Ferramentas de gerenciamento de nível empresarial

As configurações de administrador robustas oferecem controle total sobre usuários, dispositivos, segurança e muito mais. Seus dados estão sempre com você e eles permanecem com você caso queira mudar de solução.

Inicie uma avaliação gratuita

Procurando Diversão??????????

               Procurando Diversão?????????



Então encontrou o melhor local,
e a rede social mais badalada do momento!!!!

Não acredita?????
Então confira você mesmo(a)!!!!!!

Acesse agora mesmo!!!!!!

>>>>> http://www.sccliberal.com.br/Convite.aspx?cvt=496157

Boa diversão e com certeza vão gostar demais!!!!


sábado, 23 de março de 2013

Tomate português é um êxito no Japão. Paulo Portas quer vender mais coisas

Industriais do Tomate preocupados com a PAC em ano de produção recorde
Portugal exporta 10% da produção de tomate para o Japão. Miguel Cambezes não estranha, por isso, que a acompanhar a comitiva de Paulo Portas ao Japão vão nove fábricas e seis empresas do sector. "A importância do mercado japonês é tal que toda a gente vai. É um mercado muito exigente a nível qualitativo e, por isso, representa um enorme desafio. O facto de irem todas as empresas diz tudo", esclarece o secretário-geral da Associação dos Industriais de Tomate.
O ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, está de partida para o Japão com uma comitiva portuguesa que integra representantes de quase duas dezenas de empresas nacionais. A missão ao Japão decorre durante a próxima semana e o programa inclui "contactos institucionais e empresariais", avançou fonte do AICEP ao Dinheiro Vivo.
Entre as empresas está, por exemplo, a Unicer, representada por João Torres, country manager para a Ásia, Pacífico e Médio Oriente. "Iniciámos a nossa operação neste mercado, há quatro anos, com uma parceria com um operador local para a importação das nossas marcas Super Bock Original, Super Bock Stout e Super Bock Green. A identificação de novas oportunidades de negócio com parceiros locais constitui o principal objetivo desta deslocação oficial.", explica Joana Queiroz Ribeiro, diretora de Pessoas e Comunicação da Unicer.
Entre os sectores presentes na visita oficial estão o agroalimentar, tecnologias da informação, passando pelos sectores energético e da construção. O Japão foi, em 2012, o 29.º mercado-cliente mais importante para Portugal, representando 0,42% do montante total de vendas nacionais para mercados externos. Enquanto fornecedor, o Japão ocupa o 28.º lugar (perto da Ucrânia, República Checa, Colômbia e Áustria), a pior posição desde 2008, com uma quota de 0,53% das importações nacionais. Portugal assume posições sem relevância, quer como cliente quer como fornecedor do Japão (72.º e 60.º lugares, respetivamente.)
Paulo Portas está de partida para o Japão com uma comitiva que integra representantes de quase duas dezenas de empresas nacionais

Nenhum comentário:

Postar um comentário