Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

terça-feira, 12 de março de 2013

Médica que atendeu ciclista pede justiça nas redes sociais!

Motorista fugiu sem prestar assistência e jogou braço arrancado no acidente em córrego
  
Alex Siwek, de 22 anos, fugiu após atropelar ciclista na avenida Paulista

A médica que atendeu o ciclista que teve o braço amputado ao ser atropelado por um carro na avenida Paulista pediu justiça pelas redes sociais. Rachel Baptista manifestou indignação pela atitude do motorista que fugiu após o acidente sem prestar assistência à vítima.
O condutor do veículo Alex Siwek, de 22 anos, também jogou o braço arrancado em um córrego na avenida Ricardo Jafet, zona Sul da capital paulista.
Veja a íntegra do post da médica Rachel Baptista:
"Quero manifestar a minha indignação quanto a atitude desse monstro que atropelou o ciclista na avenida paulista e que inviabilizou a chance desse menino de 21anos de tentar recuperar o braço. A nossa equipe: Dr. Guilherme Barreiro, Dra. Rachel Baptista, Dr. Kiril Kasai, Dr. Daniel dos Anjos sente muito por essa desgraça. Estávamos prontos para tentar o reimplante e infelizmente a policia juntamente com os bombeiros não conseguiram encontrar o braço no rio. O tempo de tentativa já se foi e nos restou somente a opção de limpar e suturar a ferida. O paciente está estável e foi terminada a cirurgia.
Sou totalmente a favor da lei seca e de tolerância zero. Não há como ter brechas permitindo pessoas totalmente irresponsáveis dirigirem nestas condições. Tem que haver justiça neste pais.
Sinto muito, mas chegamos ao nosso limite. Sinto pela família e pelo paciente.
Espero que vcs divulguem e busquem mobilizar o governo para ter uma atitude incisiva na aplicação das leis e na punição dos responsáveis".
Leia mais notícias de São Paulo
Fiança negada
O motorista que atropelou o ciclista na avenida Paulista na manhã deste domingo (10) foi preso e teve a fiança negada após prestar depoimento no 78º Distrito Policial, em São Paulo. Ele foi transferido para o 2º Distrito Policial, na região central da cidade, onde aguardará recurso na delegacia de carceragem.
A vítima, que teve o seu braço arrancado pelo veículo, foi levada ao Hospital das Clínicas e não corre risco de vida. Alex Siwek, de 22 anos, fugiu do local sem prestar assistência ao ciclista e, em seguida, jogou o seu braço arrancado em um córrego na Avenida Ricardo Jafet, zona Sul da capital paulista.

Mais tarde, ele levou ao local onde teria descartado o braço a Policia Civil, que juntamente com o Corpo de Bombeiros e a Policia Militar tentaram encontrar o membro amputado, sem sucesso.

O motorista foi enquadrado em quatro artigos: homicídio simples tentado; fuga do local do acidente; embriaguez ao volante e “inovar artificiosamente, em caso de acidente automobilístico com vítima”.

De acordo com o delegado do 78º DP, Luiz Francisco Segantin Júnior, o motorista apresentava sinais de embriaguez ao volante, o que foi confirmado por testemunhas que passavam pelo  local. O amigo de Alex que o acompanhava no carro confirmou que eles tinham bebido durante a noite anterior.

Segundo o delegado, por enquanto não há possibilidade de fiança ao motorista, que poderá recorrer à Justiça e ao Ministério Público. Neste domingo, a avenida Paulista esteve bloqueada por seis horas devido ao acidente e, durante à tarde, foi palco de um protesto de ciclistas que terminou em frente ao 78º Distrito Policial.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário