Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

G-SUITE:Veja mais detalhes aqui!!!!!

G Suite




Olá.

Agradecemos a análise do G Suite.

Aqui estão três motivos para testar esse recurso:

  1. Você pode receber e-mails personalizados e muito mais com o Gmail for business.
  2. Ele ajuda os funcionários a cumprirem suas tarefas e colaborarem de forma mais rápida e eficiente.
  3. Milhões de pequenas e grandes empresas já mudaram para o G Suite.

Conheça aqui o G Suite!!!!

O que é o G Suite?

O G Suite é um pacote de produtividade baseado na nuvem que ajuda as equipes a se comunicar, colaborar e realizar tarefas em qualquer lugar e de qualquer dispositivo. Ele é fácil de configurar, usar e gerenciar. Assim, sua empresa pode se concentrar no que realmente importa.

Milhões de empresas em todo o mundo contam com o G Suite para aproveitar recursos como e-mail profissional, armazenamento de arquivos, reuniões por vídeo, agendas on-line, edição de documentos e muito mais.

Assista ao vídeo ou saiba mais aqui.

Veja alguns destaques:

E-mail empresarial para seu domínio

Parecer profissional conta muito e isso significa se comunicar como você@suaempresa.com. Os recursos simples e eficazes do Gmail ajudam você a desenvolver sua marca e realizar ainda mais tarefas.

Acesse em qualquer local ou dispositivo

Verifique seu e-mail, compartilhe arquivos, edite documentos, realize reuniões por vídeo e muito mais, estando no trabalho, em casa ou viajando. Você continua o trabalho de onde parou em um computador, tablet ou smartphone.

Ferramentas de gerenciamento de nível empresarial

As configurações de administrador robustas oferecem controle total sobre usuários, dispositivos, segurança e muito mais. Seus dados estão sempre com você e eles permanecem com você caso queira mudar de solução.

Inicie uma avaliação gratuita

Procurando Diversão??????????

               Procurando Diversão?????????



Então encontrou o melhor local,
e a rede social mais badalada do momento!!!!

Não acredita?????
Então confira você mesmo(a)!!!!!!

Acesse agora mesmo!!!!!!

>>>>> http://www.sccliberal.com.br/Convite.aspx?cvt=496157

Boa diversão e com certeza vão gostar demais!!!!


quarta-feira, 27 de março de 2013

Coreia do Norte ameaça Japão e Sul; sanções afetam população


A Coreia do Norte colocou a artilharia e as unidades estratégicas de mísseis de longo alcance em alerta de combate.
Estas unidades devem estar prontas para atacar todas as bases militares norte-americanos na região Ásia-Pacífico incluindo as ilhas de Hawai e Guam, o continente norte-americano e a Coreia do Sul.
O comunicado do comando norte-coreano dispara a retórica bélica de Pyongyang de mais uma guerra de propaganda contra os Estados Unidos.
Num vídeo divulgado, a Casa Branca e o Capitólio são destruídos por uma simulação de bomba nuclear norte coreana.
Mas não é mais do que uma ameaça, porque Pyongyang não tem a tecnologia necessária para lançar um míssil internacional capaz de atingir os Estados Unidos. Também se considera que o Hawaï e Guam estão fora de alcance, mas os mísseis de médio alcance norte-coreanos podem atingir as bases do Japão e da Coreia do Sul.
Na sexta-feira, 22 de março do corrente ano, os Estados Unidos e a Coreia do Sul reforçaram o pacto de cooperação militar militair. O acordo prevê um apoio reforçado dos americanos a Seul, em caso de provocação, mesmo menor, da parte de Pyongyang. O pacto inflamou ainda mais os ânimos dos norte-coreanos, que já tinham ameaçado atacar as bases do Japão e de Guam, em resposta aos voos dos bombardeiros B-52, sobre a península coreana, no âmbito dos exercícios militares conjuntos.
A tensão continua a subir depois de um tiro para alegadamente lançar em órbita um satélite, feito por Pyongyang a 12 dezembro 2012, Seul considerou que o tiro foi de míssil balístico, e minimizou as explicações do Norte.
O teste nuclear de 12 de fevereiro, o terceiro de Pyongyang, provocou o reforço das sanções da ONU, o que não parece perturbar o regime comunista.
Pak Kwang Ho, do Supremo Tribunal norte-coreano afiema que “desde a guerra da Coreia que têm vivido sob pressão. Se querem, deixem-nos. Francamente, o lançamento do satélite e o teste nuclear, são resultado da nossa tecnologia, força e recursos materiais. Não estamos preocupados.
Mas um exilado norte-coreano que fala a coberto do anonimato, pois a mulher e os filhos ainda não conseguiram sair do país, afirma que as sanções não vão vergar o regime, mas apenas piorar a situação do povo, já à beira da fome. A ajuda alimentar fornecida pelo sul e pelo Japão nunca chega à população, pois é desviada pelo exército e pela elite no poder.
…………………………………………………………………………………………………………………………….
A Coreia do Norte colocou a artilharia e as unidades estratégicas de mísseis de longo alcance em alerta de combate.
Estas unidades devem estar prontas para atacar todas as bases militares norte-americanos na região Ásia-Pacífico incluindo as ilhas de Hawai e Guam, o continente norte-americano e a Coreia do Sul.
O comunicado do comando norte-coreano dispara a retórica bélica de Pyongyang de mais uma guerra de propaganda contra os Estados Unidos.
Neste vídeo, a Casa Branca e o Capitólio são destruídos por uma simulação de bomba nuclear norte coreana.
Mas não é mais do que uma ameaça, porque Pyongyang não tem a tecnologia necessária para lançar um míssil internacional capaz de atingir os Estados Unidos. Também se considera que o Hawaï e Guam estão fora de alcance, mas os mísseis de médio alcance norte-coreanos podem atingir as bases do Japão e da Coreia do Sul.
Na sexta-feira, 22 de março do corrente ano, os Estados Unidos e a Coreia do Sul reforçaram o pacto de cooperação militar militair. O acordo prevê um apoio reforçado dos americanos a Seul, em caso de provocação, mesmo menor, da parte de Pyongyang. O pacto inflamou ainda mais os ânimos dos norte-coreanos, que já tinham ameaçado atacar as bases do Japão e de Guam, em resposta aos voos dos bombardeiros B-52, sobre a península coreana, no âmbito dos exercícios militares conjuntos.
A tensão continua a subir depois de um tiro para alegadamente lançar em órbita um satélite, feito por Pyongyang a 12 dezembro 2012, Seul considerou que o tiro foi de míssil balístico, e minimizou as explicações do Norte.
O teste nuclear de 12 de fevereiro, o terceiro de Pyongyang, provocou o reforço das tensões da ONU, o que não parece perturbar o regime comunista.
Pak Kwang Ho, do Supremo Tribunal norte-coreano afiema que “desde a guerra da Coreia que têm vivido sob pressão. Se querem, deixem-nos. Francamente, o lançamento do satélite e o teste nuclear, são resultado da nossa tecnologia, for4a e recursos materiais. Não estamos preocupados.
Mas um exilado norte-coreano que fala a coberto do anonimato, pois a mulher e os filhos ainda não conseguiram sair do país, afirma que as sanções não vão vergar o regime, mas apenas piorar a situação do povo, já à beira da fome. A ajuda alimentar fornecida pelo sul e pelo Japão nunca chega â população, pois é desviada pelo exército e pela elite no poder.
Mais informação sobre , , , ,

Nenhum comentário:

Postar um comentário