Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

quinta-feira, 21 de março de 2013

Bancada Federal cobra ministérios dos Transportes e Educação

Crise na Universidade Federal de Rondônia-Unir, situação crítica da BR 364, da BR 425 e transposição

Assuntos de fundamental importância para Rondônia foram discutidos nesta quarta-feira (20), pela Bancada Federal em Brasília. Crise na Universidade Federal de Rondônia-Unir, situação crítica da BR 364, da BR 425 e transposição dos servidores do Judiciário foram temas das discussões dos senadores e deputados.


A precária situação do leito da BR 364, que corta Rondônia com aproximadamente 1300 km esteve na pauta da bancada coordenada pelo deputado federal Nilton Capixaba (PTB-RO). Construída na década de 80, ainda pelo governo militar, a 364 jamais passou por recuperação total.


“A BR 364 é uma colcha de retalhos. Além do desconforto a rodovia é perigosa, porque tem movimento intenso com predominância de carretas. Os buracos na maioria do trecho favorecem a acidentes fatais, enlutando nossas famílias”, argumentou Capixaba.


A rodovia segundo Capixaba, precisa de recuperação total, além de duplicação como no trecho Porto Velho-Candeias do Jamari e a construção da prometida ponte sobre o Rio Madeira, na Ponta do Abunã, na ligação Porto Velho-Rio Branco (AC).


O trecho da BR 364 a Guajará-Mirim, a BR 425, também está intransitável. A recuperação da rodovia foi iniciada em 2012, mas as obras estão paralisadas. Os membros da bancada federal querem a retomada dos trabalhos urgente.


A situação da Unir também é crítica. Na última semana a reitora Berenice Tourinho esteve participando da reunião da bancada, quando explicou o momento difícil da universidade.


Obras inacabadas, campus da sede em precárias condições, o mesmo ocorrendo com os campi no interior, novos laboratórios e pessoal técnico insuficiente são alguns dos muitos problemas da Unir.


Um exemplo da situação quase que insustentável a Unir, segundo Capixaba, foi à informação da reitora Berenice. Ela explicou que a Universidade Federal de São Paulo tem aproximadamente 12 mil alunos, a mesma quantia praticamente da Unir. Ocorre que a universidade paulista tem de 12 mil servidores técnicos e a Unir, menos de 300.


Foram encaminhados ofícios aos ministros dos Transportes Paulo Sérgio de Oliveira Passos e da Educação Aloízio Mercadante contendo assinaturas de nove dos onze integrantes da Bancada Federal. Não participaram da reunião e nem assinaram os ofícios os deputados Natan Donadon (PMDB) e Moreira Mendes (PSD).


O deputado Nilton Capixaba usou a Tribuna na tarde de hoje (20), quando fez um amplo discurso sobre os problemas tratados na reunião da bancada pela manhã.


Também foi encaminhado ofício à ministra chefe da Casa Civil Gleisi Helena Hoffmann solicitando audiência para tratar da transposição do ex-servidores federais de Rondônia do Poder Judiciário e outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário