Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

sexta-feira, 8 de março de 2013

5 dicas para começar seu canal no YouTube

5 dicas para começar seu canal no YouTube
Quem trabalha com redes sociais sabe o quanto é importante investir em conteúdo. Sair dos convencionais posts e pensar em novos formatos é uma maneira de atrair seu público de forma criativa.
O YouTube está aí pra mostrar como é possível engajar usuários e fortalecer sua marca. Muitas empresas tem investido no canal, informando, anunciando produtos e promovendo ações nas quais o usuário tem o papel principal.
Para ajudar quem pensa em investir no YouTube, hoje daremos 5 dicas de como começar:
1. Personalize seu canal
A primeira coisa a ser feita é personalizar sua aparência. Criar um layout específico para sua empresa, seguindo a mesma comunicação visual dos outros canais, é fundamental para reforçar sua marca, integrar seus perfis em outras redes sociais e passar credibilidade ao usuário.
Um bom exemplo é o canal da Tecnisa. A comunicação visual utilizada em todos os perfis da empresa nas redes sociais, incluindo o YouTube, faz com que a navegação entre eles seja fluida e que o usuário se sinta seguro de estar no lugar certo e recebendo informações confiáveis.
2. Organize seus vídeos
Criar listas de reprodução é uma boa maneira de facilitar a navegação do usuário. Segmente os grupos por temas relevantes, datas, produtos, enfim, de modo a otimizar o tempo de quem visita seu canal. Outra dica é pensar bem nos títulos e nomes dos vídeos, deixando de forma clara o assunto de que tratam.
O Showlivre é um bom exemplo de organização de seus vídeos, os segmentando por programas, festivais e shows que fazem cobertura.
3. Promova o engajamento dos usuários
Estar realmente presente em redes sociais requer envolvimento com sua comunidade. Se limitar a postar vídeos e abandonar o canal não é uma boa ideia. Afinal, o intuito é que as pessoas se envolvam com sua marca e para isso é fundamental estimular essa relação.
Acompanhe sempre os comentários do canal tirando eventuais dúvidas ou críticas dos usuários. Além de fortalecer o envolvimento, é possível saber mais sobre o que eles pensam sobre suas ações.
4. Divulgue!
Parece óbvio, mas muitas empresas tem canais no YouTube e não divulgam em lugar algum. Não acredite que o usuário descobrirá sozinho onde estão seus vídeos, por isso, divulgue as novidades no Twitter, Facebook, Orkut, blog e claro, no seu site intstitucional.
Quanto mais divulgação, melhor. Afinal, de nada adianta os esforços se seu canal fica escondido dentro do site.
5. Acompanhe o desempenho
O YouTube disponibiliza a todos os seus usuários uma ferramenta de análise de desempenho em um botão chamado “Insight”. As estatísticas mostram informações como número de exibições por período, dados demográficos ou comunidades.
Um item bem interessante é o “Descobertas” onde você pode checar como os usuários estão chegando até seu vídeo. Os resultados podem mostrar dados como pesquisa no YouTube, vídeos relacionados, pesquisa no Google entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário