Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

G-SUITE:Veja mais detalhes aqui!!!!!

G Suite




Olá.

Agradecemos a análise do G Suite.

Aqui estão três motivos para testar esse recurso:

  1. Você pode receber e-mails personalizados e muito mais com o Gmail for business.
  2. Ele ajuda os funcionários a cumprirem suas tarefas e colaborarem de forma mais rápida e eficiente.
  3. Milhões de pequenas e grandes empresas já mudaram para o G Suite.

Conheça aqui o G Suite!!!!

O que é o G Suite?

O G Suite é um pacote de produtividade baseado na nuvem que ajuda as equipes a se comunicar, colaborar e realizar tarefas em qualquer lugar e de qualquer dispositivo. Ele é fácil de configurar, usar e gerenciar. Assim, sua empresa pode se concentrar no que realmente importa.

Milhões de empresas em todo o mundo contam com o G Suite para aproveitar recursos como e-mail profissional, armazenamento de arquivos, reuniões por vídeo, agendas on-line, edição de documentos e muito mais.

Assista ao vídeo ou saiba mais aqui.

Veja alguns destaques:

E-mail empresarial para seu domínio

Parecer profissional conta muito e isso significa se comunicar como você@suaempresa.com. Os recursos simples e eficazes do Gmail ajudam você a desenvolver sua marca e realizar ainda mais tarefas.

Acesse em qualquer local ou dispositivo

Verifique seu e-mail, compartilhe arquivos, edite documentos, realize reuniões por vídeo e muito mais, estando no trabalho, em casa ou viajando. Você continua o trabalho de onde parou em um computador, tablet ou smartphone.

Ferramentas de gerenciamento de nível empresarial

As configurações de administrador robustas oferecem controle total sobre usuários, dispositivos, segurança e muito mais. Seus dados estão sempre com você e eles permanecem com você caso queira mudar de solução.

Inicie uma avaliação gratuita

Procurando Diversão??????????

               Procurando Diversão?????????



Então encontrou o melhor local,
e a rede social mais badalada do momento!!!!

Não acredita?????
Então confira você mesmo(a)!!!!!!

Acesse agora mesmo!!!!!!

>>>>> http://www.sccliberal.com.br/Convite.aspx?cvt=496157

Boa diversão e com certeza vão gostar demais!!!!


quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Comércio livre nas redes sociais.

Comércio livre nas redes sociais

Comprar, vender ou trocar roupas, acessórios e utensílios de boa qualidade há um preço acessível. Este é o objetivo de alguns grupos criados na rede social Facebook que estão atraindo um grande público em Criciúma e região. Criado há apenas três meses, o Cabide Novo já tem mais de 10 mil pessoas e aproximadamente 200 publicações diárias. Foi pelo excesso de roupas e acessórios que a jovem Naíra Scarduelli Canella, de 20 anos, resolveu criar o grupo e tem se surpreendido com o sucesso que a página vem fazendo.
“Eu e uma colega estávamos conversando sobre o excesso de roupas e acessórios femininos e como poderíamos fazer para vender ou comprar peças mais baratas. Ela me disse que havia um grupo deste na internet em Joinville onde já havia participado e resolvemos montar aqui”, explica Canella, que é estudante de design gráfico.
Os compradores e vendedores podem anunciar roupas e acessórios femininos e masculinos. Conforme a administradora, os negociantes precisam seguir algumas regras para participarem do Cabide Novo. “O anúncio precisa ter as especificações, preço e foto do produto. É somente permitido comercializar artigos particulares e a publicidade de lojas e vendedores externos são excluídos”, conta a jovem, completando que os anúncios só aparecem na página após serem aprovados pelas administradoras, que já somam cinco.
Uma espécie de “guarda-roupa reciclável” 
Rafaela Pirola, de 22 anos, é uma das integrantes do grupo, que já comprou e vendeu muita coisa via rede social. “Soube através de uma amiga e achei ótimo as condições de uso das roupas e os valores oferecidos. Já comprei e vendi muita coisa. É um grupo muito criativo, era o que faltava para a nossa região”, comenta Pirola. Segundo ela, a página é como um guarda-roupa reciclável. Os encontros para a entrega de mercadorias são agendados entre compradores e vendedores e se concentram mais na área central da cidade.
Todos os dias, Naiana Guerra, 25, acessa a página para ver as novidades que foram anunciadas ou oferecer algum produto. “Também estamos iniciando encontros para promover o comércio. As reuniões acontecem em um determinado local onde levamos os produtos. A qualidade da peça e o preço acessível, que fica entre R$ 20 e R$ 40, são os principais atrativos”, ressalta Guerra.
Trocas sem a intermediação de dinheiro 
Dono de uma loja de informática, o empresário Charles Leopoldo Pizzoni também criou um grupo chamando Skanbo na rede social no mês de janeiro e já agrega 179 membros. “Escambo é a troca de um objeto por outro, sem a intermediação do dinheiro. A prática do escambo vem se revitalizando com a internet, através de sítios na web para troca on-line de mercadorias e serviços”, explica Pizzoni. Conforme ele, são inúmeras as vantagens de fazer negociações através destes grupos. “Não existe custo de frete, não há gasto com impostos e assim os produtos se tornam mais baratos. O negócio também é feito de forma muito mais rápida que a tradicional”, acrescenta Pizzoni.
Assim como o Cabide Novo, o Skanbo exige aos negociantes algumas regras. Os produtos que podem ser anunciados tanto novos como usados variam desde máquinas de costura até prancha de surfe. O conceito do empresário é criar, futuramente, um site no estilo do Mercado Livre, maior comunidade de venda e compra on-line da América Latina, integrado as redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário