Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

domingo, 27 de dezembro de 2015

'WhatsApp do Japão', Line tem até desenho animado oficial !!!!!!!!!!!!

Como um país muito ligado à Internet e tecnologia, o Japão abriga muitas redes sociais curiosas. Apesar de utilizarem o Facebook com alguma frequência, os japoneses possuem seus próprios recursos e aplicativos para trocar mensagens, fotos e áudio entre os amigos – um deles tem até mesmo desenho animado oficial.
Em conversa com o TechTudo, o estudante japonês Soichiro Hitomu, de 20 anos, contou que a rede social mais popular por lá no momento é o Line, uma espécie de “ WhatsApp ” do Japão. O Line é um mensageiro rápido, que também possui ícone verde, e funciona para troca de mensagens, áudio, fotos e adesivos.
“O Line é tão popular que temos um animê dele, que passa na TV”, contou Soichiro. “Line Offline” é o nome deste animê, que mostra situações do cotidiano em que podemos trocar mensagens com amigos, seja na rua, no trabalho ou em casa. Os personagens da animação também ficaram populares e se tornaram mascotes oficiais do Line.
Soichiro mostra seu celular com apps sociais, incluiSoichiro mostra seu celular com apps sociais, incluindo o Line (Foto: Felipe Vinha)
Seu funcionamento é muito similar ao do WhatsApp, Facebook Messenger, Viber, Telegram e outros no mesmo estilo. Basta instalar o app, sincronizar com seu smartphone, e bater papo com seus amigos adicionados. Há ainda uma versão especial voltada para crianças, com notícias de desenhos e atividades, chamada de Line Kids.
“Nós adoramos ficar com os celulares na mão”, disse Soichiro, brincando. “É a forma mais rápida de se comunicar para encontrar os amigos na rua, ou quando vamos aos clubes nas escolas”, complementou o jovem, referindo-se às atividades extracurriculares praticadas por estudantes japoneses.
Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone
Atualmente, o Line supera todas as outras redes sociais no Japão, incluindo Google+ Plus, Facebook, Twitter e as próprias concorrentes japonesas, como Mobage, Gree e Mixi. Na verdade a comparação não é tão justa, pois cada uma delas possui objetivos próprios e focos específicos, com exceção das redes sociais ocidentais.
Mobage e Gree, por exemplo, são redes mais voltadas para quem gosta de jogos, sejam eles sociais ou não. Contudo, enquanto a Gree é mais focada em interação entre seus usuários, a Mobage funciona quase como uma plataforma exclusiva para multiplayer.
Já o Mixi, em comparação ao Facebook, é a maior rede social do Japão, com mais de 30 milhões de usuários – contra 18 milhões da plataforma de Mark Zuckerberg. Seu maior problema é que está disponível exclusivamente em japonês, o que limita seu acesso ao público externo.
Porém, o funcionamento do Mixi é muito similar ao do Facebook: há grupos, comunidades com interesses em comum, jogos online, notícias e, claro, troca de posts gerados pelos próprios visitantes e usuários registrados. Não é muito diferente do que conhecemos por aqui.
Atualmente, o Line é acessível já em diversos países, ao contrário do Mixi, Mobage ou Gree. Seu suporte possui idiomas mais abrangentes, mas as compras “in-app” ainda são pagas em ienes, a moeda japonesa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário