Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Japoneses criam método para identificar pessoas pelo jeito de andar!!!!

Oito pontos são avaliados, como o tamanho do passo, velocidade e postura. Responsável pelo projeto afirma que índice de acerto chega a 95%.


É só olhar o movimento na rua para perceber: gente com passo mais lento, apressado, pés para fora. Pessoa que anda com o corpo mais curvado, com mais molejo. Os braços: cada um vai num ritmo. 
Já nos primeiros passos, descobrimos que ninguém é igual a ninguém numa boa caminhada. A ciência quer aproveitar essa variedade de estilos. E a novidade vem do Japão. Desenvolveu-se um método que permite a identificação de qualquer pessoa pelo modo como se anda.
A pesquisa é apresentada no principal museu de ciências e tecnologia de Tóquio. Numa passarela de dez metros, é feito um registro do jeito que a gente caminha.
Oito pontos são avaliados, como o tamanho do passo, velocidade, postura. Quatro mil pessoas já foram filmadas e os resultados são promissores.   
Segundo o responsável pelo projeto, o professor Yasushi Yagi, "já se consegue um índice de acerto de até 95%". 
A base do sistema são as câmeras de segurança que já existem. Hoje interessa a qualidade da imagem, para tentar - por exemplo - ver o rosto de um suspeito. Com a nova tecnologia, qualquer imagem vale. Interessa a silhueta da pessoa, que vai ser destacada para buscar os tais pontos de identificação na hora de andar.
Se a pessoa carrega um volume fica mais difícil: o movimento de braço é interrompido. Mas qualquer mudança na forma natural de se caminhar vai chamar atenção: "O programa reconhece um jeito de andar diferente. E esse ‘comportamento estranho’ pode ser útil para uma investigação", afirma o professor Yagi.
Outro uso da tecnologia será encontrar pessoas perdidas no meio de uma multidão, como crianças ou idosos. E mais: O sistema vai ser aperfeiçoado para registrar as características de quem estiver correndo. Ou seja: nem adianta apertar o passo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário