Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Bichos de estimação são tratados como filhos

Idas ao salão de beleza, hospedagem em hotéis e aparições em redes sociais fazem parte da rotina dos PETs

Olívia, 3 anos, chegou à casa da empresária Ana Tereza Cabral ainda novinha. Acostumada a criar cachorros, Ana Tereza encontrou na raça de Olívia, West Highlander White Terrier, ou simplesmente Westie, a doçura e a tranquilidade que procurava num animal de estimação. E desde os primeiros dias de convivência, não faltaram cuidados especiais, carinho, cumplicidade e muitos mimos. “É a minha filha caçula”, diz a empresária. A julgar pelo tratamento recebido pela cadela, a afirmação da dona da casa, pode ser interpretada não como uma simples brincadeira, mas “ao pé da letra”.
Apesar de ter o seu cantinho reservado no apartamento da família (com direito a cama confortável e brinquedinhos), Olívia tem acesso a todos os ambientes da residência. Dorme embaixo dos móveis, sobe nas camas dos “pais” e dos “irmãos”, participa de festividades na casa de familiares, usa sapatos, lacinhos, perfumes, vai ao salão de beleza. Olívia é namorada de Oliver, um cão da mesma raça, de dois anos e meio, que virou celebridade depois que uma foto sua foi publicada pelo dono, Mozart Borba, nas redes sociais. A foto fez tanto sucesso que Mozart resolveu criar contas com o nome do cachorro. Hoje Oliver contabiliza mais de 51 mil seguidores no Facebook e cerca de 26 mil no Instagram.
Atentos a esse tipo de comportamento, empresários abriram no Recife lojas com produtos e serviços diferenciados para animais de estimação que não são tratados como bichos, mas como membros da família. Nesses locais, além de se encontrarem roupas, brinquedos e acessórios que seguem as últimas tendências de moda, cães e gatos podem desfrutar de hospedagens em hotéis, dar um trato no visual ou tomar um banho de ofurô para relaxar.
“Mãe” de sete cachorros, a empresária Marília Moraes decidiu abrir o Xodó Quatro Patas depois de muito procurar e ter dificuldade para encontrar serviços premium no Recife. “Passei um ano pesquisando. Fui a São Paulo, fiz cursos. E implantei na loja serviços que queria para os meus cachorros. Tenho o maior carinho por cada animal que chega aqui”, garante.
Para quem vai viajar e não tem onde deixar o bicho de estimação, há a opção do serviço de hotelaria. Filha de uma protetora de animais, Mônica Dias cresceu observando o carinho da mãe com os bichos. “Há seis anos, resolvi comprar Rodolfo, um cão Shih Tzu, e um ano depois comprei uma fêmea da mesma raça, Carolina, para fazer companhia ao macho. Quando ia viajar, porém, sentia dificuldade de encontrar, para deixá-los, um lugar seguro, confortável e que atendesse às minhas exigências”, afirma Mônica, proprietária do Pet Palace, que além de hotel para cachorros funciona como salão de beleza e butique. No hotel, o dono do animal pode optar por suíte standard, júnior ou luxo. Câmeras ficam ligadas para que o cliente acompanhe, de onde estiver, o dia a dia do seu bicho de estimação. Veterinários e monitores treinados para brincar e cuidar dos cachorros ficam responsáveis pelos animais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário