Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

G-SUITE:Veja mais detalhes aqui!!!!!

G Suite




Olá.

Agradecemos a análise do G Suite.

Aqui estão três motivos para testar esse recurso:

  1. Você pode receber e-mails personalizados e muito mais com o Gmail for business.
  2. Ele ajuda os funcionários a cumprirem suas tarefas e colaborarem de forma mais rápida e eficiente.
  3. Milhões de pequenas e grandes empresas já mudaram para o G Suite.

Conheça aqui o G Suite!!!!

O que é o G Suite?

O G Suite é um pacote de produtividade baseado na nuvem que ajuda as equipes a se comunicar, colaborar e realizar tarefas em qualquer lugar e de qualquer dispositivo. Ele é fácil de configurar, usar e gerenciar. Assim, sua empresa pode se concentrar no que realmente importa.

Milhões de empresas em todo o mundo contam com o G Suite para aproveitar recursos como e-mail profissional, armazenamento de arquivos, reuniões por vídeo, agendas on-line, edição de documentos e muito mais.

Assista ao vídeo ou saiba mais aqui.

Veja alguns destaques:

E-mail empresarial para seu domínio

Parecer profissional conta muito e isso significa se comunicar como você@suaempresa.com. Os recursos simples e eficazes do Gmail ajudam você a desenvolver sua marca e realizar ainda mais tarefas.

Acesse em qualquer local ou dispositivo

Verifique seu e-mail, compartilhe arquivos, edite documentos, realize reuniões por vídeo e muito mais, estando no trabalho, em casa ou viajando. Você continua o trabalho de onde parou em um computador, tablet ou smartphone.

Ferramentas de gerenciamento de nível empresarial

As configurações de administrador robustas oferecem controle total sobre usuários, dispositivos, segurança e muito mais. Seus dados estão sempre com você e eles permanecem com você caso queira mudar de solução.

Inicie uma avaliação gratuita

Procurando Diversão??????????

               Procurando Diversão?????????



Então encontrou o melhor local,
e a rede social mais badalada do momento!!!!

Não acredita?????
Então confira você mesmo(a)!!!!!!

Acesse agora mesmo!!!!!!

>>>>> http://www.sccliberal.com.br/Convite.aspx?cvt=496157

Boa diversão e com certeza vão gostar demais!!!!


quinta-feira, 10 de abril de 2014

Brasil lidera ranking de jornalistas mortos em 2014

Com quatro mortes, o Brasil é o país mais perigoso das Américas e o segundo com maior número de jornalistas mortos este ano no mundo, perdendo apenas para o Iraque.
Com quatro mortes, num total de nove em todo o continente americano nos últimos seis meses, o Brasil marcou-se como o país mais perigoso da região para os jornalistas.

Os relatórios de 25 países, lidos e aprovados nesta segunda-feira, 7, no encerramento da Reunião de Meio de Ano da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), em Barbados, no Caribe, apontam mais dois mortos no México, outros dois em Honduras e um na Colômbia.

No encontro anterior, em Denver, nos EUA, o balanço foi de 14 mortes, duas delas no Brasil. A próxima reunião será em outubro em Santiago do Chile.

O texto final de Barbados fala em "violência galopante" e "claros retrocessos" para a liberdade de informação na América Latina, além de "um aumento no nível de autocensura" na Argentina, Peru, México e Honduras.

Isso se deve aos maiores cuidados dos editores e repórteres ao divulgar informações, confrontados com o risco de altas multas e processos.

Um dos destaques é a "angustiante situação" da Venezuela, onde o governo vem dificultando a compra de papel e pelo menos 20 jornais estão ameaçados de parar de circular dentro de dois meses.

A imprensa do país "vive seu momento mais dramático", com 105 jornalistas detidos desde outubro "e agressões e ameaças sem precedentes".

Na última quinta-feira (3) um relatório divulgado por uma ONG de proteção aos jornalistas em zonas de conflitos, agitação civil ou missões perigosas, Campanha de Imprensa (PEC, na sigla em inglês), colocou o Brasil em segundo lugar no ranking de países com maior número de jornalistas mortos em 2014.

Ao todo, foram 27 jornalistas mortos em 13 países durante três meses.

O primeiro país da lista é o Iraque. No local, cinco jornalistas foram mortos no exercício da profissão. O Brasil e o Paquistão dividem o segundo lugar, com quatro mortos cada um.

O Afeganistão segue com três mortos, e a Síria e o México aparecem na lista com dois mortos para cada país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário