Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

sábado, 2 de março de 2013

Empresas sob suspeita de fraude propõe salários milionários nas redes sociais


ENFU

Uma empresa que atrai cada vez mais pessoas interessadas em ganhar dinheiro de forma fácil e rápida, na internet, sem sair de casa, está na mira da Polícia Civil e do Ministério Público .

A hipótese é a prática do golpe da pirâmide financeira e está sendo aplicada através de redes sociais.

A suspeita paira sobre a Telexfree, empresa americana que tem sua sede brasileira localizada no Espírito Santo, e que é a grande promessa do momento, com relatos na web de pessoas que conseguiram lucrar até R$ 3 milhões em menos de um ano. A firma também é investigada em pelo menos outros três Estados – Acre, Mato Grosso e Pernambuco.

O problema está na forma como o grupo atua. Para entrar no negócio é preciso fazer depósito financeiro, recrutar novos seguidores e postar anúncios diariamente na internet. A fórmula para ganhar dinheiro? Convencer mais pessoas a fazer o mesmo.

A Telexfree afirma que a principal fonte de receita está na venda de serviço de telefonia via internet, chamada VoIP (voz sobre IP).

Para isso, recruta “divulgadores” que publicam anúncios do produto em redes sociais e sites de classificados, e são remunerados por essa tarefa.
No entanto, os próprios divulgadores, em suas páginas, entregam uma incoerência do negócio, ao se concentrarem muito mais na conquista de novos membros – mais vantajosa financeiramente para eles – do que na propaganda do serviço de telefonia pelo computador. Com isso, predominam anúncios de recrutamento em detrimento da propaganda do VoIP, anunciado pela empresa como seu “carro chefe”.

A delegada Gracimeiri Gaviorno, da Delegacia de Defraudações e Falsificações (Defa), conduz a investigação sobre a empresa.

Para ela, há indícios de que o modelo seja semelhante ao golpe da pirâmide financeira, que já levou várias pessoas à prisão, porque quando não há novas adesões, o esquema não se sustenta e os que estão embaixo ficam no prejuízo.

No caso da Telexfree, a polícia suspeita de crimes fiscais e tributários na atuação dos divulgadores, como contra a economia popular, com suposta formação de pirâmide; estelionato e crime de induzimento à especulação. As penas, somadas, podem chegar a 10 anos de cadeia.

“Fora outros crimes que podem estar relacionados a essa prática de crime contra a economia popular. Pode ter sonegação fiscal e falsidade ideológica. Até onde chegamos, temos probabilidade muito grande da empresas ter foco destinado à prática de crime, usando a máscara do marketing multinível. O crime previsto na Lei 1521/51 prevê a formação de redes em que há sistema binário, com base sustentando uma distribuição piramidal. Muitas pessoas têm ganho em cima de outras. Estas podem ter prejuízo”, disse.

A delegada adiantou que pessoas ligadas à empresa vão prestar depoimento nos próximos dias, inclusive os novos milionários.
 
 
DO OUTRO LADO
 
COMUNICADO TELEXFREE

As recentes publicações na mídia impressa e virtual informando a existência de investigações acerca das atividades da TelexFREE merecem esclarecimentos, e a elas passaremos:

1. A atividade da TelexFREE é, atualmente, de produtos VoIP e seu consumo está crescendo de forma exponencial destacando que até mesmo escritórios e outras empresas estão utilizando-o substancialmente para suas ligações; a sede da TelexFREE utiliza como seu principal canal de comunicação o sistema próprio, tanto nos contatos no Brasil quanto com os Estados Unidos, sede da TelexFREE Inc.

2. A forma de contratação com duração restrita há um ano demonstra o caráter de oxigenação do sistema BPF (Binário Produtivo Finito) adotado, outro ponto, é a forma de pagamento pelos anúncios semanais, são feitos em produtos, ou seja, contas VoiP 99TelexFREE, como consta em contrato, ou ainda, opcionalmente se utilizarem da recompra conforme as regras contratuais. Desta forma, não pode o sistema TelexFREE ser comparado aos outros sistemas do mercado;

3. As investigações concedem uma oportunidade à TelexFREE de demonstrar a lisura e retidão de suas atividades. Neste diapasão, as informações aos órgãos fiscalizadores estão sendo atendidas a contento, no tempo e modo adequados, em plena colaboração com estes.

4. Os tributos estão sendo recolhidos pontualmente e a D.I.R.F. foi entregue antecipadamente à Receita Federal e o demonstrativo de rendimentos e de retenções na fonte será disponibilizada a todos os divulgadores em seu Back Office nos próximos dias.

5. A TelexFREE está tomando diversas outras medidas para conceder a todos maior segurança e transparência no seu trabalho.

TelexFREE/Brasil
Diretoria & Departamento Jurídico

Nenhum comentário:

Postar um comentário