Olá Amigos(as),visitem minha página no Facebook e confira as Novidades!!!!!

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Profissional é pago para testar e comer ração de cachorro


MUNDO - Se você já deu uma lambida ou mordidinha na comida de seu animal de estimação, saiba que sua curiosidade é justificável. 

Mas, existe uma grande diferença entre experimentar e ser um profissional especializado. Apesar do cargo nada comum, trabalhadores da área ganham mais de R$ 75.000 por ano, podendo chegar aos R$ 187.000 anuais caso tenha experiência! 

O trabalho não é nada fácil e exige a degustação de comidas diversas de cachorro, para que a empresa fabricante tenha total certeza sobre os padrões rígidos de qualidade e sabor das linhas premium. Os provadores abrem as latas, analisam o odor e “mandam brasa”, comendo uma boa quantidade, não só de alimentos para cães, mas também para gatos. 

Os provadores profissionais são treinados para identificar sabores que os cães possam rejeitar, já que possuem o olfato extremamente aguçado. “Embora o paladar dos cães seja diferente do nosso, o gosto é uma qualidade importante de verificar, pois cada ingrediente é diferente e deve estar perfeitamente equilibrado”, disse Philip Wells, provador-chefe da Lily Kitchen, especializada em comida para pets. 

Wells disse que adora o gosto das comidas e não vê nenhum problema em comê-las. Ele explicou que a carne utilizada nos alimentos tem que ser proveniente de animais de excelente qualidade, assim como para consumo humano. Além disso, a empresa treina funcionários para degustarem alimentos crus em todas as receitas, buscando a extrema qualidade final. 

Ele também comentou que se sente à vontade para realizar o trabalho nesta empresa, por ser de melhor qualidade, mas que já trabalhou em outras empresas onde os alimentos usados na produção era horríveis e “sentia o estômago revirar só de sentir o cheiro”. 

Wells considera ser um privilegiado por seu trabalho e diz ser gratificante ajudar animais de estimação a tornarem-se mais felizes e saudáveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário